sexta-feira, 28 de dezembro de 2012

ELE SEMPRE GOZA SEM ESTAR DE PAU 100% DURO: SEMPRE CHAPADO, ELE ACABA GOZANDO NA MINHA BOCA


Sabe aqueles tipos de pessoas que não tem uma ereção muito boa e com isso joga a culpa na bebida, cigarros ou problemas do dia-a-dia? Já conheci muita gente assim, gente que realmente não tem um bom desempenho e ao sair com alguma pessoa, acaba passando pela vergonha de não ficar de pau duro, deixando na maioria das vezes a outra parte feliz (isso se for garoto de programa) por não ter que fazer nada, na maioria das vezes, forçado. Eu até concordo que na grande maioria das vezes os problemas e até mesmo a bebida chega a atrapalhar nosso desempenho na cama, talvez por isso eu não beba. O parceiro sexual ajuda muito na hora do sexo, já saí com pessoas feias que souberam fazer e ser natural na cama, nada forçado fingindo algo do outro mundo só pra agradar.

Hoje me encontro mais uma vez com um coroa que gosta de uma safadeza, adora sair com garotinhos bem mais novos que ele, levar ao motel e dar bebidas na intenção de “interagir” com ele, hoje em dia essa molecada só gosta de beber pra chamar a atenção, às vezes nem da bebida eles gostam, mas estão lá, bebendo pra se dizer que são gente grande. A mesma coisa do cigarro, esses dias vi num posto de gasolina uma brasília parando na bomba do GNV, e dela sai um bando de “aborrecentes” fumando, e detalhe: ELES PARAM NA BOMBA DO GNV COM O CIGARRÃO NA BOA, TODOS FUMANDO EM PONTO DE EXPLODIR TUDO!  No que vi aquilo, a cena de ver umas crianças na puberdade forçando a tragada do cigarro pra se sentir, achei o cúmulo da ignorância.

Voltando ao assunto. O cliente de hoje é do tipo que gosta de sair, se divertir não importa onde seja, também, com um cachê gordo que ganha sendo gerente de uma empresa grande aqui na cidade, até eu aproveitaria a situação de esbanjar como ele faz. A cada dia está com um garoto diferente, comigo (não sei o porquê) sou o único que ele paga uma grana e boa pra estar saindo, os outros não sei se são GP’s, mas só saem com a barriga cheia de cachaça, sem nenhuma grana a mais. Ele comigo acaba se abrindo e me dizendo coisas que faz com os outros garotos que sai, coisas do tipo: Quem é, onde moram e o que não gosta neles. Já saímos inúmeras vezes e de todas elas sempre foi à mesma coisa. Ele me liga dizendo estar num barzinho e queria marcar uma saída, ele sempre tinha alguma surpresa pra mim, hora me levava em algum lugar que nunca tinha ido ou até mesmo num jantar, o final da história é certo, sempre terminamos num motel. Como sempre que saímos ele está alcoolizado o medo de me sentar ao seu lado no carro é grande. Mas ele parece ser experiente e graças ao bom DEUS, nada aconteceu.

Hoje fomos ao Ships motel, (o primeiro motel que cheguei a ir na minha vida), ele já estava com umas bebidas na cabeça e mesmo assim, queria mais. Liga para o serviço de quarto e pede umas caipirinhas (puta que pariu – penso eu na hora‑) eu adoro caipirinha, sem contar que da última vez que saímos, ele me ofereceu e eu gostei tanto, que quando ele me disse que me levaria embora acordei num quarto de motel lá em Volta Redonda, sem roupa e com metade do dinheiro do programa. OBS: Chapadão.
Quando chego no motel, a primeira coisa que faço quando estou com ele é pegar minha lata de Coca-Cola e ligar a hidro.

Todo o cuidado com ele é pouco, me lembro do dia que quase o matei afogado na banheira depois de acordar e ver metade do meu pescoço com um chupão, coisa que acho horrível.

O bom dele é que ele tem um coração enorme, sendo rico não chega a ser esnobe, seu prazer está somente em aproveitar o melhor da vida, sendo ela estar saindo a cada dia que passa com um garoto diferente.

Em nossa saída, ele me diz sobre mais um garoto que chegou a sair, e que eu já cheguei a conhecer numa época atrás, mas acabou não rolando afinidade e nem amizade. Depois de muitos “goles” na cabeça, ele me diz: Eu devia ter tomado o azulzinho, mas fiquei com medo de misturar com a bebida, acho que hoje nem de pau duro eu fico, tava a noite toda bebendo. Eu já acho normal isso, e quando ele não me diz estas mesmas palavras, chego a achar estranhos, pois sempre ele fala a mesma coisa. Nisso fico o chupando até sentir minha boca dormente, chega a me incomodar ficar com a boca grudada em seu cacete, pois mesmo estando mole, ficar com “aquilo” mole na boca fazendo biquinho tentando chupar, dói e não chega a ser exercício para a face do rosto. Até hoje eu cheguei a vê-lo de pau duro (mas eu digo duro mesmo) somente uma vez e durante uns 3 minutos, ele estava na mesma situação, tinha bebido e estava com o pau meio mole, meio duro (como sempre fica), e do nada, foi crescendo, crescendo e quando vejo a forma fantástica de seu membro, não pude acreditar que aquele coroa escondia tudo aquilo. “Seu pinto era grande (quando estando duro) e grosso até estando mole, ao ficar duro o encaixei na minha boca e comecei a chupar com gosto, era disso que eu ‘‘tava” falando! Mas não foi por muito tempo, logo ele cai, e fica como um celular: Que vive dobrado, encolhido e quando entra no “túnel”, perde o sinal.

Seu beijo não me agrada muito, principalmente quando tenho que sentir o gosto amargo da cerveja ou outra coisa que ele tenha tomado, isso acaba sendo uma desculpa para não beijá-lo. Mas se não fosse isso, até rolaria umas bitocas, nele.

Depois de o chupar e de vez em quando receber um boquete dele e isso sempre com a TV ligada assistindo os filmes pornôs, ele acaba gozando e como sempre, todas às vezes foram em minha boca, seu pinto mesmo estando “mole” acaba saindo muita porra dele, de um jeito ou de outro ele acaba sentindo tesão. O banho na hidromassagem acaba saindo depois que terminamos de gozar, assim ele senta e fica relaxando.

Com ele nunca chego menos de 02h00min da manhã em casa, ele gosta mesmo de aproveitar. Ainda bem que não preciso acordar cedo, a não ser quando tenho mais algum cliente pela manhã, o que não é o caso.

Boa noite.
Leia Mais ►

sábado, 22 de dezembro de 2012

ABRAÇO DE URSO: ME APERTA FORTE E ME TIRA O AR - 5º PROGRAMA


Sabe aquele abraço forte que você recebe que dá pra ouvir perfeitamente seus ossos estalando e que você consegue ficar sem ar quando recebe um? Este cliente sabe muito bem como fazer isso (foi ele quem deixou minhas costas marcada esses dias, rsrs). Mas é muito gostoso, tem dias que dá vontade de receber um abraço bom assim, e ele sabe dá, e com vontade.

Eu sei o quanto desconfortável é depois que a gente goza e mesmo assim a outra pessoa continua metendo na gente, às vezes (quase sempre) machuca, incomoda muito. Mas não foi o caso dele, que depois de gozar fiquei o comendo ainda por muito tempo de ladinho com a perna levantada, nessa posição dava para eu o beijá-lo e ainda espalhar sua gozada ainda mais pela sua barriga e por que não, sentir o gostinho também. Depois de muito tempo nessa posição, acabo gozando e ele também, sendo sua segunda vez praticamente, seguida.

Já é nossa 5ª saída, estava pensando em dar um nome a ele, por que já é de casa, né? Como de costume, sempre dou nome às pessoas especiais que sai várias vezes comigo, chega a ser uma forma mais fácil de chamá-lo quando for comentar aqui no blog. A confiança foi tanta que agora pela manhã quando ele teve de ir embora, ele me disse que não tinha trazido o dinheiro, pois o caixa do banco estava fora de serviço, com isso me pediu o número da minha conta para depositar o dinheiro, e claro, mandei, mas com um pequeno problema: meu nome foi junto, está sendo mais um (dos poucos) que sabe o meu nome verdadeiro.

Minha vontade na hora em que ele me pediu o número da conta foi de dizer que não precisava, que o prazer em ter saído com ele foi tanto que deixaria nosso programa por conta da casa, essa foi minha vontade, mas na hora pensei: a realidade é outra, preciso e quero dinheiro, por isso faço o que faço.

Já sim saí com ele uma vez de graça, o prazer foi o mesmo. Mas sabe quando fica aquela “nóia” na cabeça te fazendo pensar o porquê fez isso? Comigo tinha ficado, achei muito bom nosso encontro, mas depois comecei a lembrar das dificuldades que passei, e o porquê me apelido de garoto de programa.

O que mais gosto dele é quando me manda mensagem dizendo sentir saudades, receber isso de alguém que você também sente falta é muito bom, te dá mais tesão e aumenta a vontade de revê-lo.
Leia Mais ►

domingo, 16 de dezembro de 2012

SEXO: PEGA NA MENTIRA - SABE AQUELE TÚNEL QUE SEU MARIDO DISSE QUE ESTAVA ENTRANDO? ERA EU


A pessoa quando pensa ou chega a trair seu parceiro acaba sendo de certa forma burra, pois quando está “devendo” acaba entregando a situação sem perceber. Várias pessoas que chegam a me procurar são casadas, tanto em relacionamentos hétero ou homossexual, e quando chega a hora de arrumar alguma desculpa para vir me ver, é sempre a mesma coisa. Cheio de carinho ao telefone, beijinhos e apelidos carinhosos para o “bobo” (a) do outro lado da linha que nem imagina que seu marido está se divertindo com outro (os).

Saí com um cara que há anos tenho contato, agora estando namorando teve de vir aqui em casa rápido para encontrar com seu namorado em seguida, a cara dele nem queima quando me pede que fique em silêncio para que possa conversar com seu namorado por telefone.

O tratamento foi normal, fingindo que estava se preparando para sair de casa para encontrá-lo, ele chegou a ser tão natural que se fosse comigo, acho que teria caído nesse papo.

Tem gente que ao estar com outra pessoa, muda tudo, da voz até a respiração que chega a ficar ofegante de tanto medo que chega a sentir nesse momento. Já vivi várias situações de quando ligava pra alguém e logo de cara vinha me tratando como um rei, mesmo que sempre tenha me tratado bem, dá pra sentir quando a pessoa chega a exagerar um pouquinho na dose e a partir daí, vem a suspeita de que tem algo errado acontecendo. Nunca me enganei, sempre que sentia isso, era certo, estava sendo enganado.

Depois de rapidamente me comer, ele se lava, se veste e vai embora encontrar o outro. De quatro, de lado e depois frango assado, foi aí que ele goza, tirando seu pinto rapidamente de mim e gozando na minha cara. Eu estava mesmo com tesão, pois até as mordidas na orelha que cheguei a receber e que não gosto muito me excitou, pena que foi muito rápido e nem tempo de gozar eu tive, saí satisfeito e com vontade de mais, nada de punheta ou ficar me remoendo, o negócio é partir pra outro.
Leia Mais ►

sexta-feira, 14 de dezembro de 2012

SEXO: O "CARINHA" DA TV TREPOU COMIGO

 
 
 
 
 



Ficar de pau duro e às vezes tocar uma punheta chega a ser a coisa mais prazerosa do mundo, pelo menos naquele momento estou e posso fazer o que eu desejo em meu pensamento, nessa hora vou longe na imaginação. Só que nem sempre tocar punheta nos alivia em momentos de desespero, eu, por exemplo, às vezes acabo de me masturbar e continuo excitado, pois o que queria naquele momento não era minha mão como ferramenta, mas sim uma bela bunda para que eu possa fuder.

Depois de tocar duas punhetas seguidas e ainda continuar com tesão, o jeito foi apelar e correr atrás do primeiro que estivesse a fim de dar o cuzinho, o bom é que existe muita gente com o mesmo tesão que o meu, com isso não preciso correr muito atrás, já basta as ligações que recebo de gente querendo fuder.

Recebi uma ligação que achei que fosse trote, ele trabalha numa TV local e por incrível que pareça nos conhecemos, só que com um pequeno detalhe, ele não sabe (sabia) que sou GP.

Por telefone reconheço sua voz, começo conversando como se nem soubesse que seja e ao mesmo tempo em que estava nervoso ao saber que a qualquer momento descobriria quem sou, fiquei excitado, pois mataria meu desejo de trepar com ele.

Nosso encontro foi “tranquilo” apesar de ele ter ficado assustado ao me ver e saber das coisas que faço, rolou uma química boa. Gostoso e muito educado, um pouco diferente de algumas pessoas que trabalham nessa emissora de TV, que se acha o artista do momento. Trabalhando numa emissora e tendo que ter o maior cuidado para não ser descoberto, ele resolve ser ousado, pede que filme nossa saída, queria deixar registrado nossa foda. Em sua casa tem mais de 100 filmes que chegou a fazer, não com qualquer pessoa, pois sendo público, não seria uma coisa boa. Pedido realizado, além de filmar, resolvi colocar uma das fotos que tiramos, como não dá pra reconhecer, acho que assim não o prejudico, né?
Leia Mais ►

domingo, 9 de dezembro de 2012

VISCONDE DE MAUÁ: CONHECENDO NOVOS LUGARES


Posso afirmar que chegou a ser o melhor dia de minha vida. Mesmo com o tempo nublado estava muito calor, dava até pra pegar um bronze caso eu fosse ao Rio de Janeiro, como não deu, o jeito foi ficar nesta cidade onde não se tem nada pra fazer. Só de saber disso chega a me dar raiva, saber que vivo 5 anos num lugar onde não se tem pra onde correr. Volta Redonda é a opção da galera aqui da cidade quando estão a fim de diversão e uma boa música, aqui tem uns barzinhos onde se toca música ao vivo, mas quando estão fechados, o jeito é sair da cidade.
A minha sorte é que fui salvo por um camarada que me tirou desta cidade e me levou para conhecer novos lugares, exatamente o que eu estava precisando, conhecer gente e lugares melhores.
Nesse tempo todo morando aqui em Resende, não tive a chance de conhecer Mauá, Capelinha e Maromba e claro, outros lugares aqui da região. Com vontade de sumir daqui, ele me chama para ir a Mauá e me mostrar a cidade, que eu só conhecia pela TV e de ouvir os outros falarem.
Fotos da internet
Comecei a ficar encantado pela subida a caminho de lá, um trajeto que me lembra muito o de Angra dos Reis quando ia com... Ah, deixa pra lá... Mas o trajeto me lembrava muito o caminho, as fazendas e os gados no meio do caminho. Foi mais ou menos 1h30 até chegar lá, paisagem perfeita com um único problema sendo a estrada que chegando em certo ponto, começa a ficar cheia de buraco. Aqui em Resende o tempo estava quente, tanto que tinha saído de casa vestindo uma camiseta, de acordo com que íamos subindo a serra, o tempo ficava fechado, neblina intensa e depois começou a cair o maior temporal, fora ficar com medo de ouvir aqueles estalos dos relâmpagos, foi tudo perfeito. A companhia nem se fala, foi a melhor de todas. Um cara bacana que da primeira vez que fomos sair não deu para ficarmos tão a vontades, pois estávamos de madrugada na rua conversando, aí já viu né? Eu medroso do jeito que sou não consigo me soltar quando sinto medo.
Lá do alto da serra tem um ponto de onde dá pra enxergar Resende bem de longe, pena eu não estar com alguma máquina fotográfica pra registrar o momento, seria ótimo ter além do prazer de ver a vista, ter registrado também.
No que chegamos à primeira coisa que fizemos foi almoçar, estava tarde eram umas 16h00min e eu não tinha almoçado, paramos em um restaurante onde comemos muito bem, eu principalmente. O restaurante se chama Tropeiro

Fotos da internet


Mauá é um lugar onde recebe várias visitas de pessoas de fora, me senti tão bem ao estar lá com este meu “amigo” que se não fosse um lugarzinho tão longe, com certeza eu moraria lá. O que percebi é que as pessoas da região são mais educadas e acolhedoras, diferente do povo aqui de Resende que mesmo sem merda no cu pra cagar anda com o nariz em pé e a cabeça lá no alto como alguém da alta sociedade, lá as pessoas são bem mais simples, isso se percebe pela aparência no rosto de cada um que se encontra nas esquinas ou restaurantes, gostei desse lugar e do povo de lá. Soube que é um povo descendente de ciganos, por isso são assim, tão simples.

Depois de almoçar ele foi me levar a uma cachoeira, como não achamos a que ele queria me mostrar e no meio do caminho ficamos meio que “perdidos”,voltamos e paramos em outro lugar onde ficamos vendo o rio passar. A chuva tinha dado uma trégua na hora, mas estava bom.

Depois e por fim, fomos a um camping onde tem uns chalés que se alugam por fim-de-semana, muito barato e que já marcamos de ir, fomos andando mata adentro até vermos uma ponte de madeira que corta o rio, claro que atravessamos, comigo tremendo de medo daquela ponte quebrar ou de eu escorregar. Depois dela tinha um campo, lindo, tudo verde cheio de matos e árvores, lugar maravilhoso! Aproveitamos pouco ali, pois logo começa a chover e saímos correndo até o carro que ficou perto dos chalés.

Acabamos tirando um cochilo no carro, o que foi muito bom, pois acabamos nos cansando. Estar ao lado dele foi uma coisa excelente, não teria sido tão bom se eu tivesse saído com outra pessoa. Quando ele me procurou foi a programa, mas depois acabamos ficando, tipo “amigos”. Um cara inesquecível num lugar que adorei conhecer.

Como estávamos no morro, parecia que até o ar era diferente, e com certeza era. Quando chego aqui em Resende, já sinto aquela coisa carregada, tanto no ar quanto nas pessoas ignorantes que te olham como se fosse ninguém. Quem me dera se as pessoas fossem acolhedoras e menos egoístas.

Todo mundo que eu conheci que mora em outro lugar, reclama da região por não se ter nada pra fazer. Volta Redonda é perfeita, pois todo dia tem algum show, eventos maravilhosos e claro, cidade muito mais evoluída que aqui. Espero que agora com essa turma nova na Câmara de Vereadores, aconteça algum tipo de movimentação na cidade que a faça crescer em cultura e atraia visitantes.




Leia Mais ►

terça-feira, 4 de dezembro de 2012

VIOLÊNCIA EM RESENDE: CADÊ A SEGURANÇA? ESTÃO NOS BAIRROS NOBRES DA CIDADE ONDE GENTE "IMPORTANTE" MORA?

Vendo uma matéria no jornal BEIRA-RIO, acabei sentindo uma enorme vontade de desabafar sobre mais uma coisa que acontece na cidade, que todo mundo vê e ninguém fala nada! Comprei um jornal onde fala das ondas de crimes que estão acontecendo na cidade, não estamos em São Paulo pra termos de sair com medo nas ruas por achar que a qualquer momento levaremos um tiro ou algo do tipo. Já sim, morreu muita gente inocente aqui, mas uma coisa é certa, a maioria das que morre, estão devendo alguma coisa, entende?
A Polícia com certeza faz sua parte, às vezes deixa a desejar, mas não faço questão de entender a situação, pois seria a mesma coisa de imaginar a origem de DEUS. Coisas confusas!
Lembro-me há uns anos atrás quando a cidade estava toda agitada, policiamento por todo o canto da cidade e vendo uma coisa dessas, dava segurança de sair na rua, se me lembro bem a cidade estava passando por mudanças na delegacia (acho eu) e sob nova direção, claro que o novo responsável faria uma movimentação dessas na cidade pra que vissem que o serviço estava sendo feito.
Eu na época morando no bairro Jardim Brasília atravessava a ponte velha quando vi duas viaturas fechando a ponte, Uma em cada lado, na ponte estava passando eu, mais dois rapazes que acho que estavam devendo algo, por que após verem a Polícia voltaram para trás, foi quando ouvi um deles dizendo para o outro agir normalmente, pois se não seria pego, e estava passando também três meninas, uma delas sendo minha amiga. Adivinha quem o Policial parou?
Enquanto andava os outros dois caras suspeitos acabou chegando junto de mim, quem via de longe dava a entender que estava com eles, mas não, a Polícia desce do carro, e na ponte pede para voltarmos. Eu juro, achei que estivesse falando com os outros, mas não, eu estava no meio também. Voltei, fico parado na ponte com os outros enquanto ele me revista. As meninas? Passaram tranquilas, elas e mais um casal de namorados que atravessavam a ponte.
Belo serviço da Polícia, como não estava escrito em nossas testas somos bandidos o jeito foi revistar todo mundo (quase todo mundo) que passava por lá.
Hoje em dia realmente não entendo como pode acontecer tanta morte e roubos na cidade, cadê o Policiamento nas ruas? Sim, os vejo muito por aí, mas nem sempre estão a fim de fazer o certo. Conheci muitos Policiais bacanas, mas pra compensar, tem outros que... Enfim. Com tanta gente com certeza sendo assaltados, eles vão logo pra cima de quem não tem nada a ver? Eles quando querem conseguem prender criminosos e fazer possível o impossível.
 
A parte em que sou fã de Polícia é quando eles espancam algum bandido, principalmente se for estuprador ou assassino.
Um vídeo divulgado na internet que mostra dois homens detidos sendo obrigados por policiais a se beijar causou polêmica em Pernambuco. Segundo a Folha Online, o governo do estado abriu uma investigação sobre o caso. As imagens parecem ter sido feitas em uma delegacia e os dois homens obrigados a se beijar parecem ser presos. Os dois homens são segurados pelos supostos policiais, que mandam que eles se beijem e ficam comentando coisas como “Que coisa linda”. Constrangidos, os presos obedecem às ordens. Segundo o secretário de Defesa Social de Pernambuco, Wilson Damásio, o vídeo é “bastante constrangedor”. Damásio afirmou que o caso será apurado, com todos os envolvidos sendo identificados – ele disse que os responsáveis podem ser demitidos. Nas imagens também é possível ouvir os presos sendo chamados de “macacos”.
 
Você acha isso ofensivo e desumano? Imaginem se fossem dois estupradores e tivesse estuprado sua filha de 6 anos? Ainda acha uma coisa absurda que fizeram com eles?
 
 
Agora a parte que não entendo é do por que esperar ter uma repercussão grande na mídia pra poder fazer algo, e se for famoso ou rico nem se fale, o caso anda mais rápido ainda. Acho que existe tanta coisa a ser feita, coisas melhores do que ficar dando blitz nas esquinas da vida achando que assim ganharia sua caixinha de natal, por um lado é uma ótima eles fazerem isso, pois assim, não existiria algum problema quando o motorista está sem a documentação ou até mesmo com documento atrasado, mas quando fico indignado com isso, me refiro mesmo àqueles que têm tudo em dia, e mesmo assim tem de pagar até cinco reais aos Policiais para ser liberado. Quando trabalhava em uma empresa aqui na cidade, um caminhoneiro chegou muito estressado, disse que estava com a documentação do caminhão em dia, nada ultrapassado e que mesmo assim a Polícia pediu a ele 5 reais para ser liberado! Pode um negócio desses?
Resende é um lugar pequeno? Sim e muito.
 Foi numa conversa com meu agora amigo que me disse algo que fez muito sentido: Resende não tem que crescer em prédios e construções, mas sim na educação e cultura, pois o povo tem a mente pequena.
 E você acha que existe alguém se importando com isso? Acha o máximo Resende evoluir em apartamentos sendo que só quem tem dinheiro irá morar nele.
Com grandes empresas sendo que só quem tiver a oportunidade (Q.I.= Quem Indica) irá trabalhar.
Restaurante de 1 real, pra que? Sendo que tem gente passando fome na rua e sem nenhum centavo no bolso.
Educação: Escolas para crianças de rua.
Segurança: Sem violência, Policiais mais preparados e que faça serviço direito.
Cultura: Uma biblioteca que funcione de verdade para que todos possam usar.
 

Leia Mais ►

domingo, 2 de dezembro de 2012

SURRA DE PICA: NOVINHO E INEXPERIENTE, MAS QUE ME FEZ GRITAR NA SUA VARA


Ele chega meio sem graça, sou o segundo homem que ele chega a ficar, até então parece ser uma coisa confusa em sua cabeça o fato de ficar com mulher e ter o desejo por homens, ele é novo, com 19 anos ainda aprendendo sobre a relação entre dois homens. Meio sem jeito ele fica nervoso sem saber o que fazer, sempre nesses casos começo conversando com a pessoa pra que se sinta mais a vontade.

Pra quem não tinha muita experiência com homem ele se saiu bem, principalmente na hora em que comi sua bundinha. Magrinho e com uma bundinha pequena, mas muito gostosa. Sem contar seu pau gigantesco que antes mesmo de tirará-lo pra fora, já tinha sentido o volume e ficado assustado com o tamanho.

Da primeira vez que ele ficou com homem, rolou de tudo pelo que me disse, tanto comeu quanto deu também, agora quando me fala ser novo nesse ramo, acabei acreditando pelo seu jeito tímido de agir sem saber exatamente o que fazer e sempre perguntando se estava bom daquele jeito.

O sexo com ele foi ótimo, comecei o comendo de frango assado, levantei bem suas pernas e depois de passar anestésico comecei a comê-lo, achei que seria uma dor insuportável já que ele não tinha muita prática nisso, mas me enganei, ele aguenta minha pica em sua bunda como ninguém, fora quando eu digo a ele que sentasse em cima de mim, encaixando meu pinto em sua bunda, ele sobe e desce deslizando maravilhosamente sobre meu pau, achei que estivesse de gozação quando me disse não saber o que fazer, pois com essa performance ele foi excelente.

Depois de comê-lo senti uma vontade enorme de dar para ele, com uma pica grande daquelas não queria que fosse embora sem que eu pudesse degustá-la de todas as formas, com o tamanho de seu pinto tive de usar anestésico, um que uso é a lidocaína, que mesmo sendo uma pomada boa não me aliviou da dor que senti ao receber o membro duro e grande daquele garoto dentro de mim. Não teve jeito, usei todas as posições possíveis com ele pra amenizar a dor, mesmo assim foi uma coisa que não deu certo, seu pinto realmente era grande e estava me machucando muito, senti prazer em dar pra ele, só que não dava para esquecer a dor que sentia.

Mesmo experimentando várias posições, acabei não dando muito pra ele, depois que joguei a toalha e peço arrego, pedi a ele que gozasse em minha boca.

Depois de uma gozada caprichada ele se deita ao meu lado e ainda continua de pau duro. Isso acontece comigo quando estou com um tesão muito além do normal por alguém, aí sim mesmo depois de eu gozar continuo de pau duro, e detalhe, ficamos conversando e mesmo assim estava em ponto de bala!

Antes de ir embora ele mais uma vez queria me comer e dar também, abri bem minha bunda e dei uma caprichada no anestésico, comigo de ladinho e ele por trás foi a posição que mais aguentei dar pra ele, mas não por muito tempo. Na hora pensei que o anestésico deve ter passado da validade, pois não é possível continuar sentindo dor sendo que o remédio é muito bom.
Tem gente que chega a ser dotado como este garoto e que dá pra levar a dor numa boa, só que em alguns casos não dá pra aguentar e fica ruim, não acho que tenha que ter jeito de fazer isso para não doer, pois usei de todos os jeitos com ele e não adiantou. Queria que tivesse me comido numa boa, sem que eu tenha de ficar tirando seu pinto a toda hora, mesmo assim foi muito bom, pelo menos ele ganhou um pouco mais de experiência, coisa que nem precisava por já saber e ter me dado uma surra de pica.
Leia Mais ►

sábado, 1 de dezembro de 2012

HOJE EU TÔ CHATO! MIRA EM MIM, MAS ME ERRA.

 
 
 
 

Resolvi apagar alguns post que tinha escrito, sei lá, alguma coisa me incomodava e quando cheguei a fazer um check list em meu blog, vi que não tinha nada a ver eu comentar certas coisas. O povo com certeza acharia que além de puto, sou perturbado, coisa que na qual eu tenho certeza de que sou.

De um jeito ou de outro poderia ter deixado, a merda já tinha sido jogada no ventilador e alguns já viram a postagem. Mesmo assim me sinto mais aliviado por ter apagado.

Acho que carreguei demais na emoção e sentimento que estava sentindo naquele momento e chegou a ficar muito meloso quase que enjoativo. A intenção sempre foi falar e escrever o que penso, só que da mesma forma que às vezes você dia algo que não deveria, eu escrevo o que não devia também!

Acho que deve ser a falta de café, fico chato e implicante quando acordo e não o tomo.

OBS DO DIA: Por favor, gente. Parem de me ligar com perguntas bestas e idiotas, ok? Tá tão chato atender o telefone e ter que ouvir me dizer: quero te chupar, posso te chupar? Ou então algum bobo me diz: você malha, é fortão com músculos definidos.

Por que todo o viado escroto tem que ser chato! Adianta eu ter músculos? Pra chegar na hora ter de carregar suas gorduras? E outra, quer sexo grátis? Vai à rodoviária que você acha um monte de gente a fim.
Leia Mais ►