domingo, 20 de janeiro de 2013

SEM FALSO MORALISMO - PORNOGRAFIA NOS DIAS ATUAIS E ANTIGAMENTE: É TUDO A MESMA PORRA!

 
Eu sempre achei que nos dias de hoje as coisas na mídia sempre andaram mais pesadas (sexualmente falando), mas com o tempo acabei descobrindo que sempre estive errado, e as coisas que acontecem nos dias atuais, são espelhos do passado, apenas refletindo situações vividas anteriormente. Quando era pequeno, eu garanto que nunca cheguei a ver qualquer tipo de nudez ou coisa proibida para menores de 18 anos passarem na Tv, diferente de hoje que a todo o momento se vê peitos, bundas e pintos, a famosa banheira do Gugu foi o máximo que cheguei a ver de nudez e sensualidade, mas também, na época eu não tinha o costume de ficar nas madrugadas acordado, até tinha, mas minha mãe não gostava. Hoje em dia entendo o porquê...

Achei um vídeo muito bizarro de um antigo (e bota antigo nisso) programa da nossa Tv brasileira, onde desde o começo até o fim dele, se vê peitos e bundas, mulheres desfilando e rebolando meio que roboticamente a fim de seduzir e passar sensualidade (sem comparações com as mulheres de hoje em dia que são mais soltas).
 

Assista ao vídeo para entender meu ponto de vista a partir dele. É um pouco longo, mas vale a pena rever o que se assistia antigamente, o que não mudou nada nos dias atuais.

 

você assistia a este programa?
 
 
Como um programa desses conseguiu ficar 1 ano no ar sem que eu tenha o visto? A pergunta na verdade não chega a ser esta, mas o que no mundo de hoje assusta que não tenha visto antigamente? Muita gente fica assustada ao ver alguma menina de 15 anos usando short curto ou calça muito apertada, fazendo o estilo piriguete, e para completar o tititi, ainda fala: na minha época não existia isso. Realmente, na época, a coisa era bem pior que isso. Tá certo que as crianças não ficavam rebolando e dançando na boquinha da garrafa, mas em compensação, a censura era mais liberal fazendo com que qualquer garoto ou garota tenha vontade de ficar acordado (isso as 22h00min) assistindo um monte de mulheres sensualizando. Hoje em dia ainda existem esses tipos de putaria que eles tentam disfarçar colocando crianças ou fazendo piada.  Este vídeo que encontrei acabei o achando muito parecido com As Paquitas, só que de uma forma mais antiga e muito mais puta! Hoje em dia para disfarçar, colocam crianças ao lado delas, com aqueles shortinhos ou saias bem curtinhas, dando assim vontade de todas serem Paquitas, para se exibir dessa forma.
Gente, depois de um tempo, meu maior prazer foi ter que ficar aos sábados acordado até altas horas esperando o programa do Otávio Mesquita acabar para ver Emmanuelle, vai dizer que você nunca viu? Bom, se eu tivesse sido apresentado a punheta quando passava esse programa Cocktail na SBT, com certeza teria me divertido muito, do mesmo jeito que me diverti batendo várias bronhas quando assistia Emmanuelle no espaço, na selva ou então o perfume de Emmanuelle.
É muito engraçado ver a beleza agressiva das mulheres antigamente, já que não existia chapinha e nem ainda silicone pra turbinar o que muitas delas ainda não tinham (fartura). Ah, não me esquecendo, faltava também o semancol, pois usar aquelas calcinhas até na boca do estômago, ninguém merece (ainda bem que a depilação já era usada nessa década).Tá certo, sei que antigamente era moda se vestir feito à vovozinha, ainda bem que o povo evoluiu! Mesmo assim (me conhecendo) tenho certeza que se tivesse conhecido e vivido esse momento quando passava esse programa, teria me matado de tantas punhetas que iria bater em homenagem àquelas mulheres, como tenho certeza de que muitos marmanjos ficavam babando na frente da Tv as vendo passar vergonha.
Outra opinião: pra passar esse tipo de coisa, deveria ser considerado um programa pra família, só pode! Uma vez quando tinha ido ao Rio onde passei a noite num hotel acompanhado por (não vou citar seu nome, estamos brigados) vi um filme antiguíssimo em preto e branco ainda, onde já se fazia certos sinais de acasalamento, filme brasileiro ainda (esse é o nosso Brasil!).
Assisti a esse vídeo umas 10 vezes, me empolguei em ver como funcionava as coisas na década de 90, fico imaginando essas mulheres hoje em dia: toda flácida, com silicone e de muletas, ou quem sabe mortas, né, sei lá, já fazem mais de dez anos e todos sabem que artista não se cuida, parece que quanto mais dinheiro e mais fama elas vão se desvalorizando e ficando relaxadas, quantos artistas até uns poucos anos atrás estavam no auge fazendo papel de gostosa ou tia garanhona, e hoje, estão gordas fazendo o sítio do pica pau amarelo como Dona Benta? Ou seja, fazendo papel de velhas. Será que as meninas do "Coquetel" estão como hoje em dia?
Só sei que minha inocência mais uma vez foi testada, e acabou sendo provado que nunca estamos certos de nada, o mundo nunca foi comportado nos dias de hoje e nem antigamente, quando minha avó fazia xixi na lata que ficava do lado de fora da casa e os dinossauros tinham acabado de sair de circulação, então, nada mais me assusta ao ver alguma cena mais que bizarra super excitante passando quem sabe, na seção da tarde, até os desenhos animados hoje estão entrando na onda das putarias, não me refiro às charges quem aparecem de desenhos animados trepando, mas sim de desenhos que passam nos canais aberto onde me recordo de ter visto um dia, uma luta da mulher Gavião com outra que não me recordo quem, do exato momento em que uma chama a outra de PIRANHA... Nossa, eu que não sou santo, fiquei chocado ao ouvir aquilo.
No fim das contas, acho que: a tv é uma bosta que só serve para poluir a mente de nossos filhos (coisa que não tenho é filho) e atrapalhar nossa vida, fazendo a gente perder noites de sono vendo as gostosas fazendo a dança dos mamilos.
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fala que eu te escuto