terça-feira, 12 de fevereiro de 2013

TARDE DE SOL, CHUVA E RECALQUE...


Pelo menos 1 hora tomando banho de sol eu consegui hoje, não foi o suficiente par ficar todo queimado e pretinho do jeito que eu queria, mas pelo menos deu para aproveitar um pouco, até o céu ficar nublado e a chuva começar a cair. Pelo menos tive um dia bom, apesar de ter aparecido algumas pessoas cheias do recalque, achando que me deixaria pra baixo. Eu explico.

Proteção contra "recalcados"
Hoje fui à casa de um amigo pra poder tomar sol, ele mora pra lá do bairro Cidade Alegria, então resolvi descer no meio do caminho e ir andando, depois que me mudei de lá, fazia tempo que não via o local que agora, está muito diferente. No caminho à casa de meu amigo, tive a infelicidade de encontrar na rua uns “viados” cheirando a recalque que ao me ver de longe, param o assunto e  começam a me encarar, eu estava cagando e andando pra eles, continuei com meu fone no ouvido e passei batido, quando me aproximei (infelizmente tive de passar ao lado deles) vi que estavam falando de mim, cheguei a ler os lábios de um deles que dizia perfeitamente “este é o garoto do blog?”, quando passei ouvi risinhos afeminados de gente sem noção, só não sabia se estavam rindo de mim ou pra mim. Mas tô nem aí, não fiquei nenhum pouco preocupado em saber da conversa deles e se realmente se tratava de mim, não tem o porquê ficar na paranoia. Mas no fundo sinto pena, uma pessoa recalcada tira conclusões equivocadas, baseadas em suposições quando presente uma ameaça contra si e seus valores, pois o recalque é uma defesa da personalidade, pessoas se recalcam porque se sentem ameaçadas. Bom, enquanto na vida eu subo, eles no recalque descem!

Chegando a casa de meu amigo, fui tirando a roupa e indo para os fundos da casa aproveitar o sol que estava queimando, somos amigos, quase que irmãos, então não tem problema de eu ficar de cueca ou pelado na frente dele, que também tem pinto, bunda e tudo mais que eu tenho.

Fico deitado no sol enquanto ele na sombra conversava comigo, passei um tempinho bom me queimando, pra ajudar no processo usei bronzeador, mas em algumas horas sinto um pingo cair na minha testa, era o tempo se fechando e a chuva começando a cair. Entramos e fomos fazer a outra coisa que eu estava intencionado, depilação. Não gosto muito de pelos na bunda e no corpo, sempre me depilo, mas prefiro usar gilete, só que ele disse há um tempo, que tinha comprado um creme ótimo pra cair os pelos, resolvi usar com ele passando e tirando meus cabelinhos.

Realmente foi bom, ele começa tirando uns pelinhos chatos que insistem em aparecer nas costas, perto dos ombros e na tatuagem que tenho, também. Depois de deixar minhas costas lisa, foi à vez da minha bunda, não pensei duas vezes e abaixei a cueca e deitei na cama, ele foi passando o creme e me depilando. Sei o que muitos devem ter achado, mas não, não rolou nada e menos ainda fiquei de pau duro, ele é meu amigo e eu ultimamente, tenho treinado e muito o meu autocontrole, com isso nem fiquei excitado, além domais, ele é meu amigo e não cliente ou alguém que fico por prazer. Ele depilou tudo: bunda (ela toda, toda mesmo! Rs) saco e virilha. Ficou melhor  do que se eu tivesse usado gilete. Tá lisinha, lisinha.

2 comentários:

Fala que eu te escuto