terça-feira, 30 de abril de 2013

GRANA EU TENHO, SÓ ME FALTA O MEU GLAMOUR...


Não nego que sempre sonhei com meus minutos de fama aparecendo em portais de notícias populares sendo criticado e elogiado por várias pessoas ao mesmo tempo. Sempre achei essa de ser famoso algo interessante e que dá uma levantada no astral, principalmente eu que sou tímido e mal amado. Foi exatamente o que estava dizendo a um jornalista que eu considero muito, revelando a ele meu desejo de ficar conhecido pra “matar” essa carência que tenho. Hoje em dia sinto um gostinho bem de leve de como é ser “popular”, não cheguei ao auge da fama e pra ser sincero, nem sei se chego lá.

Quando penso na palavra FAMOSO, a primeira coisa que passa na minha mente são pessoas de minha família me vendo nesta situação e imaginando milhares de coisas ao meu respeito, fico visualizando eles agindo com nojo, vergonha ou quem sabe raiva, por eu ter ido longe e eles, não. Já disse que hoje em dia consegui muita coisa que eles nem sonharam em conquistar, e se conquistaram levaram muito tempo pra conseguir, isso me deixa orgulhoso de mim mesmo. Ser conhecido é algo que me faz bem, me faz sentir amado e respeitado, coisas que não tive muito ao longo da vida e espero conseguir agora, aos poucos com muito trabalho.

Queria que muito mais pessoas pudessem conhecer minha história e ver tudo o que passei até chegar aqui, ver coisas que sofri na vida e que muita gente aí fora ainda passa, e por falta de opção e de ajuda da família, entraram nessa vida que eu me encontro.

Tô indo curtir a noite, fui...
 
 
Leia Mais ►

segunda-feira, 29 de abril de 2013

VAMOS FAZER O SEGUINTE: EU CUIDO DA MINHA VIDA E VOCÊ, VAI TOMAR NO CU...


Entrou em meu serviço uma menina de minha antiga cidade, não tínhamos muita amizade e agora aos poucos, estamos nos enturmando. Ela em um dos momentos que parei para conversarmos, me disse que o “povo” da cidade anda perguntando muito de mim, como estou, se ainda trabalho e por aí vai. Gente, só tenho uma coisa a dizer. A fase de eu ter de dar satisfação da minha vida acabou faz tempo, minha mãe morreu e meu pai também, então não resta ninguém que eu tenha que ligar ou avisar de algo que eu esteja fazendo, sou dono do meu nariz, pago minhas contas e não devo satisfação para uma turma de uma cidade hipócrita que eu tenho vergonha em dizer que morei e passei boa parte da minha vida, ouvindo os outros me chamando de viado, vagabundo e muitas outras coisas absurdas para se dizer a uma criança, pois você que agora está velho e acabado, na época em que me criticava, eu era uma criança e mesmo assim não pensou duas vezes em me condenar por simplesmente não ter uma vida para ter que cuidar dela.

Hoje em dia se eu estou bem ou mal, não te interessa. Não me importo com a vida vazia de vocês e espero que vocês não se preocupem mais com a minha. De coração, por que vocês não morrem? Vai pra casa do caralho que eu fico aqui, na minha e bem, muito bem!

Ah, antes que me esqueça. O que é de vocês, tá guardado. A vida ainda vai se encarregar de dar o troco a cada um pelo que me fizeram!
 
 
Leia Mais ►

sexta-feira, 26 de abril de 2013

MINHA ENTREVISTA PARA UM ARTIGO


Sabe aqueles dias de prova que você passa o dia e a noite toda estudando e quando chega na hora esquece de tudo? Ou então quando se está concorrendo a uma vaga de emprego em que o dono da empresa te entrevista e começa a te encher de perguntas? Eu me senti assim, como sempre fiquei em todas as situações em que fazia prova ou entrevista de emprego e com o mesmo nervosismo, só que minha tensão hoje foi devido a uma entrevista que tive com uma pós-doutoranda que estava fazendo uma pesquisa para uma revista científica sobre homens negros e gays, na pesquisa ela achou meu blog e me chamou para tirar algumas dúvidas.

Ela achou corajosa a forma que eu conto minhas histórias e começamos a ter uma conversa via Facebook por duas horas.

Ela analisou um de meus textos e queria conversar sobre ele, o assunto que debati em cima dele. Foi uma conversa normal, algo que era para eu estar acostumado e tranquilo, já que todos os dias têm pessoas me fazendo perguntas sobre várias coisas, mas a cada pergunta que ela me fazia eu chegava a ficar tonto, sem reação e sem resposta pro que ela me perguntou. Estava nervoso, afinal de contas, era uma “entrevista” para um artigo que ela estava fazendo, e não de alguém curioso querendo matar a curiosidade. No final acho que deu tudo certo, me senti mal e com a sensação de que não a ajudei no que queria, mas ela me tranquiliza dizendo que foi tudo certo.

O artigo que ela está fazendo está pra ficar pronto em Agosto, até lá fico na ansiedade de saber como ficou. Putz, tô muito nervoso, mas animado e feliz com esta oportunidade que ela me deu.
Até Agosto então!
Boa tarde.
 
Leia Mais ►

quinta-feira, 25 de abril de 2013

MESMO COM SONO, ME SAÍ BEM NA FODA...


Não consigo evitar e perder certas manias que tenho, principalmente ao acordar, que é a hora em que fico mais enjoado. Programa na parte da manhã chega a ser raro eu estar fazendo, na maioria das vezes (sempre) eu durmo tarde e por isso vem à dificuldade de levantar cedo, quando acaba não tendo jeito e sou “obrigado” a acordar com as galinhas, acabo passando mal, sem contar o leve mau humor que acaba me acompanhando quando levanto. Nada do tipo agressivo, apenas o jeito sério e cara fechada, mas sempre explodindo de tesão por dentro. O maior problema em acordar cedo é o enjoo que sinto por levantar ainda com sono, não me sinto bem com isso, quando não estou realmente muito descansado, em casos quando acordo cedo, mas não tenho nada marcado na parte da manhã se caso eu acordar com sono e passando mal por isso, o jeito é eu voltar a dormir, aí só lá por volta do meio-dia estou acordando e bem disposto.

Hoje marco com alguém que há dias está atrás de mim, esperando uma oportunidade para me encontrar. Morando em outra cidade, ele teve um tempo em sua agenda cheia e veio me ver na parte da manhã, o único horário em que estaria disponível. Um cara tipo quarentão, voz grossa, corpo definido e muito simpático. Não sei se eu soube ser aquilo que ele procurava, por várias vezes bocejava enquanto ele animadamente conversava comigo, eu sempre pedia desculpas e explicava que não estava o achando entediante, mas sim estava com sono e mal por isso. Ele foi educado, disse que se eu estivesse a fim poderia dormir mais e marcaríamos outro dia, não foi preciso.

Apesar do meu cansaço, acabamos não fazendo muita coisa estando juntos, o cara além de ser alguém do tipo perfeito, tinha lá seus defeitos e isso chegou a atrapalhar em alguns momentos, principalmente quando ele tentava me colocar para chupá-lo, demorei quase que 10 minutos tentando convencê-lo de que não estava me importando com o tamanho de seu pinto, ele já havia me dito que era pequeno e no que chega perto de mim, fica envergonhado achando que eu... Sei lá o que achou! Não tinha nenhum problema nisso, talvez uma vez e outra eu tenha dito que é bom chupar um pinto grande, mas isso não quer dizer que deixo de sentir prazer com os menores que me aparece. O dele media em torno de uns 15 cm, média normal do pênis dos brasileiros, perdendo apenas para os africanos (kkkk). Depois de certo tempo, quando o deixo mais relaxado, ele tira seu pinto pra fora e me coloca para chupar, estava gostoso e muito bom colocar seu pinto na boca, mas juro que teve momentos que meus olhos se fechavam e eu quase que cochilava com seu pau na boca.

Depois de solto, ele me pede que eu o coma. Com o maior prazer o fiz, nessa hora fiquei despertado e bem empolgado, coloquei a camisinha e o senti deslizar sobre meu pinto subindo e descendo até o talo. Enquanto isso, ele se masturbava e soltava litros de baba em cima de mim, seu pinto babava muito! Exageradamente.

Um cu apertado, um pinto que não parava de babar e um tesão gostoso pela manhã, não teve outra opção e menos ainda forma de segurar o tesão que estava sentido. Acabei gozando enquanto ele cavalgava sobre meu pinto, ele nem precisava gozar, já havia deixado quase que toda sua baba em cima de mim e aquilo já estava sendo bem mais farta que uma gozada, ainda sim ele goza, e me dá um banho de leite, esporrando para todos os lados! Juro, fique coberto de porra.

Fim do programa. Seu tempo acaba e ele vai embora se despedindo dizendo ter gostado de sair comigo, no que saí de casa ele me manda uma mensagem, queria repetir a dose amanhã. Por mim tudo bem, agora tudo que tenho que fazer e tomar café na rua e arrumar a casa, limpando cada gota de prazer que ele deixou cair.

Bom dia.

 
Leia Mais ►

segunda-feira, 22 de abril de 2013

VOLTE AMANHÃ, MAS ANTES TELEFONE!


Fiquei chateado por não ter conseguido dar atenção a ele, mas não tive jeito e nem tempo para fazer isso. Um cara sai do Rio de Janeiro para vir me encontrar aqui em Resende, ele chega de surpresa, sem me avisar e quando chega aqui na cidade me liga avisando que veio me ver, o único problema é que ele não me avisou com antecedência de que viria e na hora que ele chegou, era justamente a hora em que eu estava saindo de casa para trabalhar. Eu acabo o encontrando, mas não ficamos nem 30 minutos juntos e tive de ir, ele como não tinha mais nada pra fazer aqui, pegou o ônibus de volta para o Rio. Juro, meu coração ficou apertado e se eu pudesse ficaria muito mais tempo com ele, mas não tinha jeito mesmo.

Já teve situações em que vieram me ver e passaram pouco tempo aqui comigo, algumas vezes foram situações em que pessoas vinham de longe e que eu as conhecendo, liberava para que ficasse em casa me esperando.

Por favor, gente avisem antes para evitar desencontros.
 
 
Leia Mais ►

domingo, 21 de abril de 2013

SEXO, BOQUETE E MUITA PORRA!


Estava com vontade de sexo a três, o que eu mais detestava hoje em dia estou curtindo fazer, mas não com qualquer pessoa, acho que pra isso tem que ter pessoas certas e não qualquer um que ache por aí que esteja a fim. Saio com um casal que já tive outros encontros e este continuou sendo bom. Chego em sua casa e logo começo chupando o pinto de um enquanto o outro vem por trás me alisando e punhetando meu pau, novamente fazia o revezamento de pica chupando um de cada vez até que um deles resolve me comer. Primeiro chupa minha bunda lambendo meu cu e o deixando lambuzado para facilitar a entrada, com eles nada de anestésico ou lubrificante, vai na saliva mesmo cuspindo na minha bunda e me penetrando com os dedos.

Ele tem certas dificuldades de me comer, seu pinto não é muito grande e fica ruim de entrar, mesmo assim o tesão com ele chega a ser grande quando ele me come de pé, enquanto eu de pernas abertas fico na beirada da cama.

O outro vem por cima de mim e engata num 69 enfiando seu pinto na minha boca e vendo seu namorado me comendo. Ele chupa gostoso, enquanto estava com meu pinto em sua boca, não me incomodava e menos ainda me machucava como muitos fazem quando estão me chupando.

Depois de me comer com as pernas abertas na beirada da cama, ele me coloca para chupá-lo enquanto seu namorado se prepara para me comer. Comigo de quatro em cima sendo comido por ele enquanto chupava o outro até que ele goza na minha boca, porra doce, quente e que fiz questão de lamber tudo. Agora restou apenas o outro que agora está me comendo deliciosamente de frango assado na intenção de me fazer gozar.

Estava satisfeito, exatamente o que eu queria e estava precisando.

Na saída quando vou embora, os dois namoradinhos me acompanham até metade do caminho, já estava tarde, madrugada e eles me fizeram companhia e combinamos de que quando chegasse em casa um ligaria para o outro avisando que chegou. No que eles viram a esquina me para um carro do meu lado e logo vejo que era alguém com que eu fico frequentemente, ele chega a ser outro que me deixa com muito tesão quando me coloca para chupá-lo com seu pinto grande, grosso e cheio de pentelho. Mesmo tendo saído e gozado continuei com disposição para sair com este que aparece de surpresa, que me fez ficar no boquete enquanto ele dirigia pela cidade até gozar na minha boca.

Parecia transmissão de pensamentos, eu estava muito a fim de sair com ele (também) e do nada ele aparece e mata minha vontade de sentir sua porra na minha boca. Cheguei a dizer a ele que estava sentindo saudade não só do sexo, mas da pessoa que ele é, que sempre rola uma química boa entre a gente. Marcamos de nos ver um dia, mais cedo e com mais calma, assim não dá motivos de sua esposa ficar ligando toda hora perguntando dele e aproveitamos mais tempo juntos, e quem sabe ele não me come, coisa que ainda não rolou das vezes em que saímos.
Leia Mais ►

sábado, 20 de abril de 2013

PARE O MUNDO QUE EU QUERO DESCER!


Hoje o tempo colaborou para que eu pudesse tomar sol, fui à casa de um amigo aproveitar o tempo e me queimar. Pude ficar pouco mais de 2 horas no sol. Tudo o que eu mais queria, já que em todas as minhas folgas sempre chove ou o tempo fica nublado.

Enquanto aproveitava o dia me dei conta de como estou feliz e aproveitando uma fase boa na minha vida atualmente, antigamente minha cabeça vivia coberta de preocupação e problemas, hoje em dia parece que tenho a solução para a maioria delas e o restante que não sei o que fazer, nem me preocupo. Antes um dia de folga era motivo de pensar em coisas ruins, pensar em problemas e na solução deles, ainda bem que hoje a situação é diferente e não esquento a cabeça com isso.

Tenho um (na verdade dois) trabalho que sou muito bem pago pelo que faço e não passo sufoco como antigamente, tenho o meu canto onde eu o deixo arrumado e assim permanece sem ninguém fazer zona, posso gastar com aquilo que tenho vontade e na hora que eu quiser, enfim, estou vivendo a vida que eu sempre quis. Conforto seria a palavra certa, não tenho uma casa luxuosa, carro na garagem (ah, vou tirar carteira), mas tenho preocupação a menos. Tudo o que eu desejei ter no passado estou pouco a pouco conquistando agora, passei quatro anos da minha vida no sufoco e me empenhando em conseguir meu lugar e deixar de ser mais um “Silva” cuja estrela não brilhava, não desisti disso e após esse tempo todo correndo atrás, posso dizer que sou feliz com o pouco que tenho, com o pouco que consegui.

Tenho sossego! Coisa que não tinha antes.

A única coisa que chega a me tirar do sério são meus ex-namoros. Sempre depois de eu levar um pé na bunda deles, passa um tempo e me procuram  novamente. Esses dias um deles veio de papo dizendo se lembrar dos momentos que passamos juntos quando dormia em sua casa (coisa que me esforço para esquecer de tão nojento), dei uma de sonso e nem fiz questão de estender o assunto. A parte que me deixa irritado é que sempre quando eles resolvem me procurar, é quando estão piores do que antes: mais gordos, mais velhos e bem acabados, tipo aparentando uns 60 anos. E aí meu filho, comigo não rola. Se eu estivesse junto com algum deles acho que não notaria a diferença e com certeza estaríamos juntos até hoje (se dependesse de mim), mas depois de me dispensar e ficar feio de tão acabado que resolve me procurar? Logo agora que estou MUITO BEM, perde seu tempo de achar que ainda guardo sentimentos.
 
Foto tirada enquanto tomava sol, as outras ficaram horríveis!
 OBS: foto nem sempre diz a realidade.
 

Estou na minha melhor forma, em todos os sentidos.
 
 
Leia Mais ►

quinta-feira, 18 de abril de 2013

SEXY SHOP


Minha amiga estava fazendo aniversário e eu não tinha a menor ideia do que poderia dar a ela, com relação a presentes sou péssimo e não sei dar coisas boas, coisas que vão agradar a pessoa. Nesta semana vi a Surfistinha em uma inauguração onde ela estava vendendo uns produtos eróticos e com isso tive a ideia de ir à num sexy shop comprar alguma coisa para minha amiga, mesmo sabendo que ela não usaria, resolvi aproveitar e comprar algumas coisas para tirar sarro da cara dela.

Pra começar, comprei um chocolate a ela, formato de coração dizendo Eu Te Amo, depois fui à loja Femme Fatale, onde comprei os brinquedos a ela. Na recepção tinha uma menina quieta que me atende, tento explicar a situação que era um presente para uma amiga que estava fazendo aniversário etc... E ela me leva ao privado, uma sala onde estão todos os brinquedos eróticos, eu estava muito sem graça por estar ali e tentava puxar assunto com a atendente na intenção de que ela me deixasse mais aliviado e a vontade, na verdade eu queria ouvi-la me dizendo: “não se preocupe, muitos homens vem aqui comprar alguma coisa”, se tivesse me dito isso, ficaria tranquilo.

Vejo várias opções para comprar: calcinhas, algemas, vibrador etc... O que me chamou a atenção foi um garfo (esses de comer, mesmo) com o cabo dele em formato de pênis. Como a intenção era brincar, acabei levando ele mesmo. Ainda bem que a outra atendente colocou numa sacola bem discreta (preta) assim evitaria chamar a atenção de sair com a sacola rosa da loja. Estava comentando com outra amiga que havia comprado o presente e ela me pede que eu compre algo em nome dela, que depois me reembolsava, e volta eu de novo no sexy shop comprar outra coisa. Desta vez eram outras meninas que estavam lá, umas meninas mais alegres e extrovertidas, uma delas se empenhou em me mostrar muito mais produtos que eu poderia dar de presente a minha amiga, brinquedos que eu nem imaginava que existia e que juro, deu vontade de trazer para mim... Tô brincando! Rsrsr. Ela me mostra um nabo, isso mesmo, um nabo que ao abri-lo, dentro tinha um pênis escondido, gostei do brinquedo e resolvi levar!
 
 

Nessa hora fiquei mais aliviado, pois tinha um rapaz fazendo compras e me fez ficar menos acanhado, só que do lado de fora da loja a todo o momento passava algum conhecido meu, me fazendo sentir nervoso de que me veja ali.

Eu sou burro, sem saber eu tirei o código do produto para que ela desse baixa no sistema e com isso teve certo trabalho para achá-lo, nesse tempo de espera as meninas foram digitando vários nomes para que achasse o objeto certo e nisso começaram a dar risadas (não sei do que) falando do brinquedo e dizendo os nomes possíveis que poderia estar cadastrado. Fiquei acanhado na hora em que uma delas pergunta se era nabo mesmo e a outra diz que se quiser ela mostrava, a menina com certo ar de deboche diz que não queria ver e caía na risada. Fiquei constrangido e irritado. Sei que não estavam rindo de mim (eu acho) mesmo assim não me ajudou a ficar mais a vontade e sim, mais nervoso do que eu já estava por ter ido lá.

Depois até eu achei graça, pois o tratamento dela chega a ser parecido com o meu quando atendo alguém, sempre brincando e rindo com meus amigos quando clientes estão por perto. Na verdade eu estava nervoso de estar lá, mas as meninas souberam me tratar bem e com certeza, já sou cliente da loja!
 
 
Leia Mais ►

terça-feira, 16 de abril de 2013

15 MINUTOS DE FAMA


Tá ficando chato quando encontro com amigos ou pessoas conhecidas que me diz: “te vi na internet”, além de eu ficar sem graça com a situação de alguém me gritando na rua, fico sem jeito quando logo depois de ver minhas fotos e relatos na internet me perguntam sobre as coisas me interrogando e fazendo o papel de gente curiosa por nunca ter tido um amigo garoto de programa. Até que é gostoso quando encontro com amigas que me dá os parabéns pelo que faço, mas é chato quando o “boato” espalha e todos querem saber mais intimamente sobre a vida e a rotina de um garoto de programa. Mais uma vez a história se repete, estava na minha quando me vem um cidadão e diz: “te achei na internet”, na mesma hora saí de perto, pois sei que a seção de perguntas iria começar.

Esses dias cheguei a ficar muito feliz com um convite que cheguei a receber, me convidaram para estar participando de um canal aonde só vão pessoas famosas e do meio GLS, pessoas que fazem filmes pornô, travestis famosas e muito mais. Com o avanço do meu site, cheguei a receber o convite de estar participando deste canal exibido na internet (o programa é gravado em São Paulo), mas o foda seria que eu teria de me mostrar ao público, o que ainda não estou preparado pra fazer.

Motivos:

 

1-      Gosto de ser discreto e ficar na minha, pouco me importa se pessoas vão deixar de falar comigo caso apareça num desses canais, sou sozinho mesmo e detesto andar em grupinhos, então perder mais uma amizade por preconceito, não me faria diferença alguma.
 

2-       Não estou preparado para que as pessoas saibam quem sou eu, sei lá, não me sentiria bem. Até na escola eu sentava nos fundos e pra ir ao banheiro era um custo, odiava pedir pra sair, ainda mais sabendo que se eu me levantasse todos iriam me ver. Então, chamar a atenção não seria pra mim. A realidade mesmo, é que sou tímido!
 
3-      Claro que estar na mídia é algo bom, ainda mais em um canal com mais de milhões de visualizações como este, mas eu prefiro me manter no sigilo, pelo menos por enquanto.

 

A última vez que um ato preconceituoso me atingiu, foi quando estava saindo de casa e me encontro com um amigo, o vejo de carro na rua e sigo meu trajeto. Mais tarde e no mesmo dia o vejo e começamos a conversar, ele havia descoberto sobre minha vida e quando brinco com ele: “você nem me deu carona, hem” ele me diz: “tá maluco, com a fama que você tem, acha mesmo que eu te daria carona?”. Toda brincadeira tem um fundo de verdade, nesse dia cheguei a ficar muito chateado por ter ouvido isso dele, que logo depois se arrepende e me pede perdão pela “brincadeira”. Juro, na hora fiquei muito sem graça e envergonhado, mas depois liguei o botão do FODA-SE e continuei com minha vida, afinal eu tenho muito mais qualidades que ele, que é um cara gordo, sem charme, namora uma mulher linda e a trai com a melhor amiga da esposa. Pinto grande não deve ser, acho que o interesse em alguém tipo ele deve ser no bolso, mais precisamente dentro da carteira.

Mas em relação ao resto da população que me conhece, pode dizer o que quiser que não tô nem aí, muita gente tem me deixado em paz, pois veem que seus comentários maldosos são publicados quando na verdade eles acham que eu esconderia e não publicaria por medo ou vergonha. Minha autoestima está lá em cima, nada me derruba. Deus é maior!

Enquanto meus 15 minutos de fama não acontece, fico aqui sendo lido por centenas de pessoas todos os dias. Obrigado galera, se cheguei a receber estes e outros convites, devo isso a vocês que me acompanham e torcem por mim e claro, os que são contra também. Agradecer também aos e-mails de pessoas donos de sites me chamando para divulgação.

Obrigado.
 
 
Leia Mais ►

sexta-feira, 5 de abril de 2013

EU PENSO ASSIM...


Eu estava respondendo a este comentário, mas vi que estava escrevendo muito então, transformei em texto. O post do comentário é: QUERO TODA NOITE.


Clique na imagem para vê-la melhor



Sinceramente? Nunca deixarei de ser Hiago Waldeck, pois como eu já disse, foi “ele” quem me ajudou financeiramente e me fez ver um mundo diferente, ele nasceu, está sendo criado e não, nunca o mataria simplesmente para ficar bem com alguém. Deixar de fazer programas isso sim, mas esquecer do que um dia eu fui, não.
Eu estando com alguém, acho que teria de gostar muito de mim e eu dele. Pare para pensar numa coisa: Minha vida sexual não chega a ser diferente da vida sexual das outras pessoas, o que eu chego a fazer com clientes é a mesma coisa que um hétero ou gay fazem quando sai para uma festa, noitada e até mesmo com seus namorados. Quantos casais aí nunca chegaram a transar na rua, engolir porra, suruba, fisting etc...? O que diferencia entre eu e os outros é que eu cobro pelo que faço e exponho minha vida na internet, mas fora o resto, boa parte do ser humano fez as mesmas coisas que eu fiz. Tenho certeza de que ficando com alguém, se eu vasculhar o passado dela, posso me surpreender e até mesmo descobrir que teve mais relação sexual do que eu mesmo já tive sendo GP.
Fiz minha "parte" em ser independente e mostrar que não preciso de minha família, mas não me importo com a má fama que eu levo por ser GP, na minha família tem pessoas que engravidaram de homens casados e ricos só para dar o golpe, mas no final das contas elas não conseguiram NADA, eu sim fui mais longe e soube usar o que tenho para conseguir o que quero. Não me preocupo se ele ou outra pessoa ler o blog, claro que ficaria sem graça por ele ou outra pessoa ter o acesso, mas seria a mesma coisa de eu sentar e dizer tudo o que fiz, ou seja, eu não esconderia nada do meu passado. Prefiro sim eu estar dizendo, mas caso isso não aconteça, fazer o que?
Geralmente quando eu estou em um relacionamento eu gosto de jogar limpo, tem ocasiões que a pessoa quer que sente e diga tudo de uma só vez e eu acho que não é bem assim, por isso existe o tempo pra se conhecer antes de se casar, com esse tempo é que tem que aparecer a verdade sobre a vida dos dois. Eu já escondi muita coisa do meu passado, mas não por vergonha e sim por não me sentir bem por me lembrar dele, acabou sendo algo que me incomodava muito quando vinha na minha mente só que hoje em dia nem ligo, tanto que tudo da minha vida está relatado aqui no blog, sem eu esconder nada. O problema de tudo quando se trata de um GP é que chega a ser muito mais aceitável você sair numa balada e ficar com vários de graça do que sair cobrando por cada pessoa que te procura, muita gente que me xinga age dessa forma, sai para festa e passa o “rodo” em geral, pegando todo mundo e se acha o máximo por isso, aí aparece alguém que também pega geral, mas ganha com isso, eles ficam incomodados.

Leia Mais ►

quinta-feira, 4 de abril de 2013

QUERO TODA NOITE...


Novamente volto a sentir aquela vontade de me amarrar e querer ficar colado em alguém, sem o medo de que eu possa ser julgado por ser garoto de programa sendo que minha intenção com alguém é simplesmente ter uma vida a dois. Estou dizendo isso, pois cheguei a conhecer alguém muito especial que me fez ver que ainda existem pessoas bacanas por aí querendo compartilhar alegrias e não somente SEXO como a grande maioria procura, conheci alguém que me tocou e me fez ficar “balançado” com vontade de passar a noite toda juntos conversando, nos beijando e muito mais. No caso, podemos dizer que passamos a noite juntos, eu cheguei em casa sendo quase 6h da manhã por estar ao seu lado, alguém que tínhamos combinado putaria quando nos encontrássemos e que acabou seguindo um caminho diferente.

Não estou dizendo estar apaixonado, mas sim fascinado com a simpatia e carisma dele. Não estou dizendo que estou a fim de namorá-lo, mas sim manter uma amizade com alguém diferente que não respira sexo 24h por dia.

No meio disso talvez role algum conflito, ele não sabe que faço programa e não me deu vontade de comentar sobre isso quando estávamos ficando, tornando ou não meu amigo, espero dizer isso mais pra frente.

Já nos conhecemos há muito tempo atrás, quando eu estava “ficando” com um de seus amigos há muito, muito tempo. Ele ainda era bem mais novo e eu, bem mais feio. Ele mesmo me disse que se lembrava de mim quando ficava com o amigo dele, só que hoje estou bem mais bonito.

Dificilmente encontro alguém que combine nas coisas que eu gosto, às vezes encontro com pessoas (clientes) que tem uma grande qualidade, mas que acaba tendo um defeito que chega a ser algo que me incomoda e não tem muito a ver comigo. Como já comentei eu adoro beijos, claro que não chego a beijar todo mundo, mas quando sinto tesão em alguém para fazê-lo, é algo instigante, tem pessoas que quando beijo sinto aquela coisa estranha, algo do tipo que não combina em NADA, chega a ser tão estranho que os beijos chega a ser quase que um acidente quando um bate com o dente na boca do outro e por aí vai.  Com ele foi tudo tranquilo, gostoso, excitante e com vontade de ficar mais, melhor ainda foi saber que ele é amigo de uma amiga minha, daí vi que ele é boa pessoa, pois esta minha amiga não iria manter contato com qualquer um, então chegou a ser mais um ponto para que fique mais admirado por ele.

Não o trouxe para casa, fiquei com medo, sem graça, sei lá o que me deu, então ficamos na rua debaixo de uma árvore como se fossemos um casal hétero nos beijando sem vulgaridade, rolou umas apalpadas a mais, só que não foi adiante, naquele momento estava a fim de curtir um momento que procuro e ainda não tive (não neste ano) um momento em que beijo, “fico” e passo ao lado de pessoas encantadoras (OBS: não desmerecendo meus clientes).

Na hora pensei em comentar que sou GP, pois minha amiga sabe do que faço e poderia muito bem comentar com ele, ou não. Agora como chegar na pessoa e dizer: “eu vendo sexo”? Difícil e ao mesmo tempo já imagino como seria a reação, seria a mesma reação que todos têm, de me perguntar coisas, saber mais sobre esta vida e quem sabe, querer entrar nela.

Mais uma vez digo que NÃO ESTOU APAIXONADO, estou comentando um momento gostoso que tive ao lado de quem conheci fora da prostituição, fora da putaria e dentro de um ciclo de amizade que espero que esteja começando. Parece que tive um orgasmo que me deixou satisfeito por uma semana, um tesão que me fez acordar bem e muito disposto! Exatamente o que faltava acontecer, conhecer gente que me dá aquele empurrão não na beira de um abismo como muitos fazem, mas uma ajudinha na alegria de ser gente, conhecer pessoas e me encantar por elas.
 
 
Leia Mais ►

terça-feira, 2 de abril de 2013

GOZEI NA SUA BOCA E DEPOIS ELE ME BEIJA...


O lado ruim de sair com alguém que bebeu uns “goles” e ficou meio “alegre” é que você não sabe se foi ele ou a bebida que o induziu a sair e marcar um encontro, tem amigos que quando estão bêbados fazem a maior merda e acabam não se lembrando dia seguinte. Eu não sou do tipo de sair bebendo até cair e não sei se é verdade essa história de que as pessoas que enchem a cara não se lembram de nada do que fez, eu pelo menos da última vez que bebi e fiquei mal eu me recordei de tudo o que aconteceu.

Encontro-me com um cara que pela segunda vez em que saímos ele estava bêbado, não estava àquela coisa exagerada e caindo pelos cantos, mas dava pra ver que ele tinha consumido bebida alcoólica, tanto que na hora em que cheguei a seu apartamento ele estava segurando uma latinha de Skol. Como eu disse, essa é a segunda vez que saímos sendo que a nossa primeira vez foi há muito tempo, depois disso perdemos contato. Hoje vi que ele mudou e muito, estava mais gordo e seu pinto (talvez pela bebida) não subiu deixando aparecer aquele membro gigantesco que ele possui, mesmo assim fui lá para comê-lo, ele é passivo, mas não dá pra negar que tem uma piroca grande, grossa e muito gostosa. Eu tinha acabado de tocar uma punheta antes de sair ao seu encontro e mesmo assim ele conseguiu me deixar excitado quando chego ao seu lado, tirando minha bermuda e chupando meu pinto que logo fica duro na sua boca.

Ele sabe provocar alguém e melhor de tudo é saber que ele é meio masoquista, gosta de levar uns tapas na cara e foi isso que fiz, comecei a encher sua cara de tapas.

Quando meu pinto já estava duro e a vontade de comer aumentando resolvo cair entre suas pernas, com sua bunda grande o coloco de frente pra mim o comendo de papai e mamãe o que foi uma delícia meter nele nessa posição, seu cu estava largo, parecia uma buceta de tão aberto, mas juro que mesmo assim estava muito bom de comer e meter em sua bundinha. Na hora de gozar eu sabia que ele iria querer que eu gozasse em sua boca e tinha a certeza de que ele faria algo que fez da outra vez...

Gozei em sua boca e ele fica com minha porra nela, ele se aproxima de mim e me beija jogando todo meu gozo na minha boca, já tive momentos como estes que eu gostei e muito da situação, mas não foi o caso de agora em que ele faz isso comigo cuspindo na minha boca toda a minha gozada. Ele parecia gostar disso, já eu não aguentava sentir o cheiro de porra com saliva, mesmo assim gostei de tê-lo encontrado novamente.
 
 
Leia Mais ►

segunda-feira, 1 de abril de 2013

O QUE PASSOU, PASSOU...


Eu achei que quando me encontrasse com alguém que tive algum caso no passado e ainda por cima muito conturbado eu estaria sendo debochado, sádico, cínico ou algo a mais, só que não. Hoje à tarde me encontro na rua com alguém que fez parte da minha vida há uns anos atrás, um relacionamento que não chegou a ser duradouro, mas com muitas brigas, sendo que nosso último encontro foi a mais de 2 anos atrás. Problemas e confusões resumem bem o que houve no tempo em que ficamos juntos, no começo até que foi um mar de rosas, mas depois veio os problemas de uma relação a dois.

Estava passando pela rodoviária e o vejo sentado, na hora em que o vi não senti nada, nem raiva, ódio, nada. Apenas tive a vontade de ir cumprimentá-lo e foi o que eu fiz, parei ao seu lado e o cumprimentei me sentando junto dele e conversando, claro que naquele momento não estavam ali dois melhores amigos então o assunto não chegou a ser como se fossemos conhecidos e grandes amigos de muito tempo.

Eu sei bem o que aconteceu no passado e não foi uma forma de dizer que eu estava errado e por isso fui atrás, nada disso, eu apenas senti vontade de dizer um “oi” a alguém que passou pela minha vida, ficou pouco tempo e depois de umas brigas terminamos. Vontade de ficar tudo em paz, sem saber que tenho mágoa ou sentimento ruim que eu tenha sentido por alguém. Acho que minha intenção hoje em dia é apenas me manter bem, ficar bem comigo e com os outros, por isso entro em contato com pessoas que tive algum tipo de problema, uma forma de dizer que me esqueci e não sinto raiva e nenhum sentimento que só nos consomem por dentro. Claro que tem uns que seria impossível de ser educado e só mandando matar, mas ainda bem que alguns eu sei que posso tirar de vez essa irá, assim eu acho que diminui um pouco meu peso de saber que estava com ódio dentro de mim.
 
 
 
Leia Mais ►