sexta-feira, 28 de junho de 2013

TER AMIGOS É SAIR SEM DINHEIRO E VOLTAR BÊBADO...

É muito bom poder curtir pessoas que nos fazem bem. Fazia tempo que não saía pra bagunça com amigos, se não me engano a última vez que saí, foi quando fui ao cinema com o pessoal do meu trabalho ano passado. Sempre fui reservado e detestava ficar em grupos, na maioria das vezes me sentia como um estranho, principalmente quando todos resolviam beber e eu só na água. Ontem saí da rotina e acabei indo comemorar o aniversário de um amigo que trabalha comigo, acabou indo algumas pessoas só de passagem, sendo eu uma delas, na intenção de voltar, pois tínhamos acabado de sair do trabalho, isso mais de 23h00min, eu acabei ficando.

Para acompanhar todos que estavam ali, resolvi beber. Tomei um copo de cerveja que me levou depois a mais de dez! O que foi o suficiente para eu ficar “alegre”. Na verdade alegre foi pouco, meu grau de alcoolismo estava no nível alto: 500%.

Nível alcoólico:
500%: Amy Winehouse
400%: Lindsay Lohan
300%: Estupro
200%: Tontura
150%: Excitação

Gente, eu não aguento tomar 30 gotas de Dipirona, como eu consegui tomar pinga!?!?. Nunca na minha vida pensei em colocar isso na boca, mas depois de tanta cerveja, nem gosto das coisas eu sentia, menos ainda o cheiro, por isso foi muito fácil dar várias “bicadas” na pinga que meu amigo aniversariante me deu. Fiquei tão solto que até sinuca joguei. Se acertei as bolas não sei, mas que peguei no taco, isso sim! Fiquei mal, muito mal, mesmo. Nisso veio minha amiga passando gelo no meu pulso, eu estava suando, tudo estava rodando e nessa hora quanto mais ouço eles falando, mais passava mal. Duas amigas me ajudaram, por isso eu as amo e as carrego no peito, pois no final elas sempre vão me carregara nos braços quando ficar bêbado.

Uma de minhas amigas mora ao lado do bar onde estávamos, acabei indo dormir na casa dela. Eu até que estava “bem”, apesar de subir as escadas da casa dela de quatro, eu estava legal. Só estava me escorando no chão para não cair.

Deitado no colchão que ela coloca no chão, achei que fosse morrer. Comecei a ficar tão paranoico que já imaginei minha lápide escrita: "Enfim sóbrio". Fiquei assustado que até a luz branca eu enxerguei, mas depois me dei conta de que era minha amiga com a lanterna na minha cara. Em uma coisa os bêbados e os geógrafos concordam: “a terra gira”, pois quando abria os olhos tudo rodava, respirava fundo, mas não dava, foi aí que passei mal e acabei vomitando. Estava tão tonto que nem tempo de ficar sem graça por sujar a casa da minha amiga eu tive.

 Achei que tinha problemas com a bebida, até minha cerveja me dizer: "Relaxa, você é normal." Por isso continuei bebendo. No que acordo hoje, todos tinham saído e eu fiquei limpando a sujeira que fiz. Me diverti. Queria mesmo sentir a felicidade de estar com meus amigos, mas sem ver o mundo rodar e eu passando mal, fora o isso, foi perfeito.

Uma coisa é certa. Pessoas que dizem beber para esquecer os problemas, isso é boato! Eu, mesmo estando chapado, consegui me lembrar de todas as minhas contas: água, luz, telefone... haha. Isso é desculpe de alcoólatra para beber sem culpa. Gente, esse foi meu primeiro porre. Sei que muitos vão me xingar por isso, por eu sempre dizer ser contra bebidas, massss. Só foi desta vez, eu juro.

Já bebi em outras ocasiões, fiquei mal no máximo umas três vezes que bebi, mas nada comparado com o dia de hoje, que estou querendo que passe rápido, pois ainda estou no efeito ressaca.

Só lamento agora por não ter comido o bolo e ter perdido meu fone de ouvido.


Um comentário:

  1. Acho q acharam seu fone. Ri mt do seu resumo. Te amo.

    ResponderExcluir

Fala que eu te escuto