terça-feira, 27 de agosto de 2013

DIA 2 DE JUNHO, DIA DA PROSTITUTA. VAMOS DAR UMA SALVA DE PALMAS PROS FILHOS DELAS QUE COMANDAM O NOSSO PAÍS.



O único motivo pelo qual "vesti" a camisa de futebol de Resende, foi apenas para aparecer pelado usando ela. Isso não me fez sentir orgulho por ser Resendense e menos ainda de continuar morando aqui. Não mudo minha opinião sobre a cidade e as pessoas que aqui moram. Continuo achando um bando de pessoas bestas que só pensam em si mesmo. Pra começar, o time de futebol da região. Gente, tem jogadores que nem famosos são, e por jogar num time (ainda que pequeno), se sentem as estrelas do momento. Imaginem se estivessem jogando em um time grande? Se sendo pouca bosta já agem assim. Tem jogadores bem simples, humildes, mas infelizmente são poucos. Na boa, odeio futebol!

Não entendo o que se passa na cabeça do povo de se acharem importante, só por ser amigo de pessoas influentes aqui na cidade. Me divirto muito quando vejo pessoas gritando na rua enquanto falam ao telefone, dizendo o nome do prefeito, só pra dizer que conversa com ele. O que tem demais nisso? Ser amigo de prefeito ou Papa, não faz ninguém melhor na vida. Se for o caso, eu sou amigo da Surfistinha no Facebook, e daí, o que ganhei com isso? Nada. Continuei sendo eu mesmo.

No Brasil tudo aumenta, menos as boas intenções. Tô horrorizado por ver a prefeitura gastando dinheiro fazendo passarela num lugar que não faz a menor diferença se tem ou não. Tenho certeza de que essa brincadeira sairá bem caro. Na rodoviária, não precisamos de pontes, passarelas ou escada rolante para nos levar até o outro lado, precisamos de lixeiras, seguranças e mais respeito com o povo que precisa. Ali, onde estão levantando a passarela, não tem problemas com atropelamentos, se for o caso, coloque mais uma faixa de pedestre e pronto, tá resolvido. O dinheiro que sobrar, poderia investir nas ruas e nas pessoas que nela vive. Ah, mais isso não é apenas falta de preocupação do prefeito, isso é culpa da população que pouco se importa com quem vive em condições precárias na cidade.
Pra começar: O prefeito não ajudaria o povo que mora na rua, pois este povo não vota.
Pra terminar: O povo da cidade se ilude fácil com o pouco que ganha de seus governadores. Acho sem noção pessoas andarem nas ruas olhando pra cima e não enxergando o povo que precisa.

Esta semana, vi duas crianças de rua caçando comida no lixo. Doeu ver aquilo, dói mais ainda saber que muita gente vê e não liga. Não pode haver paz enquanto os poderosos alimentarem a miséria, sem contar que educação no Brasil jamais será prioridade, porque a política brasileira sobrevive da ignorância do povo.
Resumo: Vendo pessoas nas ruas, tenho certeza de que o prefeito está cagando para a humanidade e limpando a bunda com a opinião pública!

Hoje, quase que cometi um crime. No ponto de ônibus, uma mulher esperava o "buzão", enquanto isso, fez o maior escândalo por alguns garotos terem passado perto dela e esbarrado. Ela, por estar usando uma bolsa Louis Vuitton, achou que poderia agir assim, humilhando os meninos que sem querer encostou nela. Mas peraí. Usando bolsa Louis Vuitton, esperando ônibus??? Tá querendo enganar quem? É isso que eu não aceito, usando bolsa VAGABUNDA (pois se fosse verdadeira, teria dinheiro para um táxi) e agindo como rica. Putz, fiquei revoltado. Mas o povo aqui é assim.
Pensamentos: Achar que por estar usando uma bolsa de nome, tem o "poder" de agir com autoridade em cima dos outros, isso não existe. Tem gente, sim, que usa roupas de grife e vive na humildade, mas no caso dela, está bem escrachado de que a bolsa era "vagaba", e que estava usando para se sentir mais "especial" (poderosa).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fala que eu te escuto