quarta-feira, 4 de dezembro de 2013

ROTINA



Ontem passei a tarde toda no shopping com meus dois amigos de serviço, Paty e Pete. Um dia perfeito agindo como o garoto por trás do Hiago. Dia normal de gente normal. Comendo, indo ao cinema e em lojas. O clima chegou a esquentar quando conheci o Paquito. Alto, forte, branco e louro, com poucos cabelos grisalhos. Uma visão perfeita do que busco pra minha vida. Um viado conhece o outro e, quando o vi andando pelo shopping, não tive dúvidas de que seria alguém bem interessante para "chegar" junto. Ele não disfarça quando passa por mim à caminho do banheiro e me encara bem nos olhos. Um convite certo de que estaria a fim de alguma coisa. Minha amiga presente percebe a manifestação e me diz para ir até o banheiro. Juro, cheguei a ficar sem graça, com vergonha. Mesmo assim fui. No banheiro havia muita gente, não dava pra ter muita aproximação. Fiquei me lavando na pia, enquanto ele, estava atrás de mim, se lavando em outra pia e me olhando pelo espelho, diretamente pra minha bunda, até que, ele resolve acenar com a cabeça. Saí, enrolei e ele também, mas depois voltamos ao banheiro, onde entrei no box e o esperei. Ele já chega com o pinto pra fora, levantando a camisa e dando seus mamilos para eu chupar. Enquanto chupava, apertava seu pinto, acariciando com muita vontade de pôr na boca. Não deu muito certo, pois outros viados estavam presentes no local e tinha percebido nosso "esquema" e, mesmo que não tivesse percebido, eu não gosto de fazer parte desse grupo de banheiro, sabe? Até poderia ter rolado, mas no banheiro, ontem, não estava afim. Disse a ele que não daria, que seria melhor lá fora e ele concorda. Mas seu jeito meio que disfarçando me disse que ele estava acompanhado.
Lado Bom: Me diverti e aproveitei bastante com meus amigos Paty e Pete.
Lado Ruim: Fiquei com vontade de ficar com o paquito. Mas não deu mais.

Conheci um guarda de trânsito que me fez ficar com muita pena dele e quase que faço um Black Friday prorrogado com quase 100% de desconto. Em nossa saída, não conseguimos fazer muita coisa e, meu nervosismo me travou de conseguir dar o prazer que ele buscava. Vou explicar o motivo. Ele tinha o pinto bem pequeno, impossível de fazer alguma coisa com ele, porque o tamanho realmente atrapalhava. Na hora de masturbá-lo, tive que usar a ponta dos dedos, porque com minha mão fechada, seu pinto se escondia dentro dela, do mesmo jeito que uma formiga sumiria se eu estivesse pegando. Na hora do sexo oral foi outro constrangimento, seu pinto tinha muitos pentelhos e quase desaparecia no meio deles, a única coisa que eu senti foi coceira no nariz devido seus pelos ficarem roçando no meu rosto, pois seu pinto, no momento em que resolvi chupá-lo, não chegava nem perto do céu da boca na hora do boquete, de tão pequeno que era. Ele queria continuar, queria tentar me comer e agia de tal forma como se o tamanho de seu pênis não fosse problema. Nunca me importei com tamanho, já fiquei com outro rapaz com esse mesmo estilo e que foi ótimo como passivo, só que, o problema desse, é que não estava a fim de dar e sim comer. Não rolou, a camisinha ficou muito grande pra ele, e encaixar em um cu apertado (sim, o meu é) não seria algo simples. ''É mais fácil uma agulha passar pelo buraco de um camelo do que ele conseguir me penetrar''.
Lado Bom: Fiquei sem saber o que fazer. Ele me parecia ser uma boa pessoa e quando isso acontece, procuro fazer de tudo para não magoar. Só que, fiquei com muita pena dele e nesse momento, não soube o tipo de atitude que eu poderia estar tomando. Nos outros casos foram bem simples de serem resolvidos, porque a pessoa mesmo não me comendo, acabou sendo passivo comigo.
Lado Ruim: Meu nervosismo foi maior do que o nojo que eu sinto quando estou colocando um pinto grande e fino na boca. Sabe aquele nervosismo que se sente quando aparece alguém assim? Senti isso, mas de uma forma digamos que ''carinhosa'', pois ele até pode ter o pinto pequeno, mas tinha o coração grande. Não ia cobrar, pois realmente não fizemos quase nada, mesmo assim ele insiste em pagar.


Um comentário:

  1. Pena que seu lazer no shopping não pode ser completo, mas acredito que a companhia de Paty and Pete fizeram do seu passeio bastante agradável!!!!
    Estou publicando como anônimo ( pois não lembro de minha senha no google ), mas sou o seu mais novo amigo, que mora no mesmo estado que vc, para quem enviou um sms hoje de manhã e obteve retorno!!!! Abração.

    ResponderExcluir

Fala que eu te escuto