segunda-feira, 24 de fevereiro de 2014

17º DE 365 DIAS: TÔ DE FOLGA




Outro final de semana muito bem sucedido em Angra dos Reis. Muita praia, comida boa e Chandon. Tudo o que pedi a Deus. Este ano estou me presenteando por cada momento ruim que tive na vida. Estas viagens é uma forma de cobrir toda mágoa e um passado triste que eu tive, por isso estou curtindo e muito. Outra vez virei assunto, só que desta vez eles não falaram mal de mim, apenas disseram que eu devo ter muito dinheiro e não preciso trabalhar, isso tudo, por eu ter gasto R$ 1,300 no aluguel de uma lancha e ter postado no Facebook. Gente, não é bem assim. Não sou rico, mas tenho dinheiro. Esta é a forma como eu defino minha classe social, nem classe alta e nem classe média alta, na verdade sou pobre. Rico pra mim seria Silvio Santos ou Eike Batista. Falando em lancha, nem aproveitei o passeio, pois dormi o tempo todo. Fora isso, teve os comentários de amigos dizendo que eu poderia emprestar dinheiro a eles, mas não o faço. Esse povo, só matando haha. Do um duro danado pra conseguir dinheiro, trabalho em dois empregos (literalmente) e por isso eles acham que devo emprestar grana pra eles. Até parece!




17º: Como não tinha dormido na noite anterior (mais uma vez), eu acabei ficando cansado quando estava na praia, me fazendo ir embora mais cedo. No caminho conheci o Well, um rapaz de Belo Horizonte que estava de passeio por Angra. Ele estava indo embora no mesmo dia, mas acabamos tendo um tempo só para nós dois. Não tivemos muitos beijos (apesar de eu querer e muito), pois ele estava coberto de protetor solar, e o gosto não era agradável. Eu, como estava perto do hotel onde me hospedei, fui tomar banho e me arrumar para encontrá-lo mais tarde. Já marcamos de nos vermos em breve. Foi muito bom.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fala que eu te escuto