segunda-feira, 4 de agosto de 2014

74º DE 365 DIAS: O SEU FINAL FELIZ, TALVEZ NÃO SEJA O MESMO QUE O MEU.


Oi, boa noite. (já é madrugada, então, bom dia).



Meu domingo eu resolvi fazer algo diferente e que há tempos venho dispensando, que é me encontrar com pessoas de outras cidades. Já fiz muito, mas com a falta de tempo devido à correria em minha vida, fica difícil estar sempre saindo de uma cidade para outra. Das outras vezes que o fiz, aproveitei pouco, sem poder conhecer melhor o charme de cada lugar que frequento. Ontem resolvi mudar. Fui solicitado em São José do Barreiro (SP) e depois do meu encontro, tive um tempinho para curtir lugares bacanas da cidade.

Tive uma saída com o PM, que era exatamente o tempero que faltava na minha comida. Ele é safado, cheio de malícias e no papo já consegue te deixar excitado. Muito pornográfico, falava em buceta a todo o momento, dizendo que come um cu, mas não dispensa uma xoxota. Por ele ser da polícia, prefiro não comentar muito sobre ele. Mas garanto que, o pênis que ele me jurou ser pequeno e fino, de fino e pequeno não tinha nada.

Eu havia ido de táxi para São José do Barreiro, então, o taxista acabou me esperando por lá para me trazer de volta. Eu acho chato quando viajo pra longe e deixo o taxista me esperando. Apesar de eles estarem acostumados, eu fico me sentindo mal por estar aproveitando enquanto o deixo trancado no carro. Depois de ter feito meu trabalho, fui num clube inaugurado faz bem pouco tempo, mas que pelas fotos já foi o suficiente para encher meus olhos. O lugar é incrível! Restaurante, lanchas, iate, passeios de balão e até área para crianças. Acabei aproveitando e aluguei uma lancha para andar pela Represa do Funil, matando a saudade que eu sinto de Angra dos Reis e meus passeios que fazia por lá. Fiquei pouco tempo, pois tive de retornar para Resende. Mas pelo menos tive uma noção do lugar. Quero aproveitando mais caso eu faça um serviço em outra cidade. Eu já conheço pessoas (muitas), agora quero conhecer lugares! Já que não tenho raízes, ninguém me segura!





Pena, sujei meu sapatenis de barro. :-(


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fala que eu te escuto