22 fevereiro 2015

PARTIU!!!


Sábado pra mim foi tenso! Putz, é o que eu sempre digo (e que me esgota): Sou solteiro, sem filhos e mesmo assim as pessoas gostam de me dar seus problemas!  Eu quero curtir a vida é tirar proveito de tudo de bom que ela tem a me oferecer. Cansei de coisas/pessoas ruins e negativas.

E pra repor minhas energias, nada melhor do que uma manhã andando de barco. Voltei a São José do Barreiro, mas desta vez com amigos que me fazem bem. Acabei os convidando por serem pessoas do bem, e que estão ao meu lado pelo que sou, e não pelo que tenho. O dono do clube Lagoa da Siriema nos tratou muito bem,  e até nos propôs de nos buscar de barco aqui em Resende pela represa do funil para nos levar até o clube. Uma viagem bem mais rápida (e cara ) numa lancha top de linha!


Nada melhor do que ser feliz e desfrutar de um dinheiro conseguido com muito trabalho. Só assim para me esquecer desse povo que só vem até mim pra pedir, pedir e pedir favores ($$$).

Cada um se alivia do jeito que pode. Eu, por exemplo, se tiver chateado, basta um barco ou helicóptero pra alegrar meu dia. O preço??? Isso é o de menos.


14 fevereiro 2015

COMEMORANDO O MEU SUCESSO!!!


Minha dentista (e outros amigos) sempre me pede que eu ande com a boca calada, pois sou daqueles que sempre saio falando coisas que despertam o interesse das pessoas. Mas não dá, é mais forte que eu. Quando quero comentar algo bom (pra mim), minha intenção é dividir esta informação. Depois de ter ficado chateado esta semana e ter escrito aquele texto que mais me pareceu uma carta de um depressivo, andei relaxando.



Quando estou chateado, nada melhor do que fazer aquilo que gosto. Eu me amarro em comprar, gastar, viajar, etc... Mas não era isso que eu estava precisando para compensar aquele momento ruim que me deixou mal. Nesse mesmo dia (ontem), saí de casa para tomar café, e acabei voltando com um apartamento comprado e pago. Pequeno, mas é meu! A sensação de felicidade por estar investindo em um imóvel onde eu posso estar colocando para alugar e futuramente viver desta renda, me deixou animado. É muito bom saber que seu esforço valeu a pena.

OBS: De forma alguma eu estou insinuando que continuem tentando fazer programas, pois vão conseguir (como eu) comprar suas casas! Tive sorte, vocês talvez, não!

Foi um momento de felicidade tão grande, que hoje acabei convidando dois amigos para sair, se divertir e comemorar comigo, com direito a Veuve Clicquot! Fomos para São Lourenço, Minas Gerais, local onde eu havia visitado ano passado, quase que no começo do ano. Aproveitamos muito o lugarzinho e demos boas risadas!

Primeiro fomos ao Parque das Águas. Da última vez que estive lá, acabei fazendo uma visita bem rápida. Hoje aproveitei muito mais e acabamos experimentando todas as águas das fontes. Ah, eu nunca andei de pedalinho, e como estava ali, porque não fazer, né?!
Depois seguimos para o aeroporto, para mais uma vez fazer um voo panorâmico pela cidade. Por mais que eu esteja acostumado a voar, eu sempre sinto frio na barriga quando acontece turbulência. Ainda não me acostumei com isso, e acho que nem vou.



Depois fomos ao teleférico da cidade. Sempre queria andar, mas o medo não deixava. 


Estava gostando tanto do passeio, que fiquei animado de andar a cavalo, pela primeira vez. Outra coisa que sempre quis fazer, mas não tinha coragem.



Na volta levamos um susto, pois meu amigo perdeu a chave do carro. E para virmos embora?!!! Bom, chegamos na cidade e andamos de táxi, pois seria melhor do que andarmos no nosso carro e ficar toda hora parando e pedindo informação. A sorte foi que, a chave do carro estava dentro do táxi, onde ligamos para o taxista e recuperamos a chave. Foi por pouco!

Mas valeu muito! Me diverti e comemorei mais uma conquista minha! 


11 fevereiro 2015

SAINDO DA ROTINA...


Tem gente achando que por eu gostar de situações arriscadas, eu vou sair por aí aceitando o convite de todos que me oferecem. Não é bem assim! Precisa ser algo que faça valer a pena, como aconteceu hoje. Conheci um garoto de Itatiaia. Pra quem não sabe, é uma cidade vizinha de Resende. Ele foi honesto ao me ligar dizendo que não tinha um centavo no bolso, mas que estava a fim de me conhecer e bater um papo. Claro, o sexo é consequência e acaba rolando logo em seguida, principalmente se o papo for bom. Ele não trabalha, apenas estuda e mora com os pais. Estava na intenção de realmente me conhecer e quem sabe rolar algo. Sua sinceridade foi algo tão marcante, que acabei saindo com ele por prazer. Ele poderia ter arrumado mil desculpas ou puxado um assunto por telefone totalmente sem sentido (como muitos fazem), mas não, ele agiu normal e foi isso que acabou despertando meu interesse.


Novinho, 20 anos e uma vida inteira pela frente. Tenho certeza de que não serei o primeiro garoto de programa que irá passar pelas mãos dele. Sortudo vai ser quem ele escolher. Estávamos na rua, quando o convite para o sexo em público parte dele. Claro, não quero perder tempo. Ele me arrasta pra debaixo da ponte (acho mais estimulante do que motel), um lugar onde já tive vários encontros no meu início de carreira. Muita gente acha vulgar esta situação. Acha algo sujo, coisa porca. Muitos se assustam quando eu digo que curto lugares assim (em público), pois quem me conhece bem, sabe que sou um pouco “nojento” (na verdade, a palavra certa seria metido a besta), e acha que lugar assim não combina comigo. Na boa, foi melhor do que qualquer cama de motel de luxo que eu tenha ficado. O garoto é novinho, mas sabe dar um trato legal no parceiro. Posso dizer que saí da minha rotina como garoto de programa e vivi a vida de alguém normal, que sentem prazer com quem bem entende.


05 fevereiro 2015

EU SOU DA BAHIA!




Mesmo tendo feito uma semana que saí de Salvador, ainda estou respirando e sentindo o gosto da experiência de ter vivenciado mais um dia com muita alegria. Em meu último dia, acabei conhecendo muita gente. Difícil estar na cidade e não se excitar com tanta gente bonita te dando mole. Meu último dia foi assim:

Conheci o Pit Bull, tinha lá seus 23 anos e uma cara de cafajeste. Por isso achei que combinava chamá-lo assim. Ele havia ido com um amigo, um negro gostoso e dotado. Acabei brincando com os dois. Chupando um, punhetando o outro, e assim foi. Estava a fim de ser passivo, então, o pit Bull resolve tirar um preservativo do bolso para me comer. Seu amigo negão já havia gozado na punheta enquanto assistia seu amigo me comendo. Foi bom. Ele goza em minha boca, mas ainda continuei animado.

O segundo foi o Motoboy. Veio a caráter: capacete e tudo mais. Acho que estava à caminho de alguma entrega quando veio se encontrar comigo. Fez o maior cu doce na hora de me comer. Estava a fim de sarro, sem penetração, e nessa ficou por muito tempo, até realmente ficar animado quando brinquei com seu pinto na minha bunda. Pronto, acabei despertando uma fúria sexual que quase me deixa aleijado com tantas socadas que ele me deu.

O terceiro foi o Bad Boy. Estava um pouco alto por causa da bebida, mas ciente de suas atitudes. Foi outro que me comeu com muita força. Acho que minha bunda grande acabou lhe dando mais tesão. Mas não aguentei e pedi pra parar. Estava excitado, mas a grande maioria dos baianos são big dotados. Desse jeito não há quem aguente! Com pena dele, pois queria continuar metendo, acabei o fazendo gozar numa punhetinha rápida e o deixando gozar em minha boca.

O Quarto também era avantajado, mas ele fez com jeitinho e acabei conseguindo sentar em seu pinto. Novinho, parecia estar um pouco tímido. Gozou rápido. E me fez gozar muito.

O Quinto e último foi especial. Um pouco mais velho, mas eu jurei que tinha a mesma idade que eu ou até mais novo. Rolou carinho e beijos apaixonados. Rolou química boa! Muito carinhoso, parceiro e lindo. Queria um dia receber o convite pra casamento de alguém feito ele. Eu achei que não fosse ir longe, até que trocamos telefone e começamos a manter contato depois que vim embora. O melhor da história, é que deu tão certo este nosso encontro, que estamos fazendo planos de ele vir aqui me ver (até sexo por telefone fizemos). Depois disso, acabo amando a Bahia cada vez mais.


Boa Tarde.


Anterior Proxima Página inicial