12 maio 2015

NATAL - NORDESTE: SOL, PRAIA E MUITO SEXO





Meu dia ontem foi incrível! Fiz um passeio de buggy por nove praias, quatro dunas, três lagoas e uma grande variedade de locais para diversão. Minha empolgação maior foi andar de camelo. Muito gostoso. O atendimento do Marazul, a empresa com os passeios é muito boa. Quem quiser dar uma conferida, olhe aqui no site: http://www.marazulreceptivo.com.br/

Acabei fazendo o passeio de buggy ontem e de mergulho hoje. Como sempre, todos os passeios exclusivos. Acabei fazendo algo fechado, só pra mim. Eles me disponibilizaram uma embarcação para eu mergulhar junto de um guia, comandante e um garçom. Um barco pra 120 pessoas onde só tinha eu. Não me senti deslocado. Não sou antissocial, apenas acho desnecessário interagir com certas pessoas. Por isso faço tudo sozinho.

Também fiz um passeio de quadriciclo aqui em Natal. Depois de Porto Seguro, peguei gosto pela coisa e fiz de novo. Tudo feito pela mesma empresa de mergulho e buggy.

O de mergulho foi bom. Sempre tive medo de mergulhar e ser atacado por um tubarão (hahaha). Engoli bastante água, pois demorei pra me acostumar a respirar pela boca debaixo d’água. Ver as espécies de peixes e toda a formação no fundo do mar é divino. Deus realmente sabe o que faz.  Não tirei foto. Foi uma pena, mas achei que não seria necessário. Mas quem for fazer, eu recomendo contratar o pacote com fotografia.

Ontem à noite rolou outro encontro com o Paraíba que havia saído quando cheguei na cidade. Acredita que do jeito que estávamos agindo, parecíamos dois casais de namorados brigando? Marcamos de nos vermos na praia onde nos conhecemos, eu acabei indo para o lugar de putaria, na praia mesmo. Mas eu fui, pois achei que ele fosse me esperar ali. E não é que quando ele soube que eu estava lá ficou puto e nem queria puxar papo. Disse que o certo seria eu ficar na claridade, longe daquele povo fazendo orgia. Demorou um tempo, mas ele me desculpou, pois nem beijar ele queria. Ah! Ele não sabe que sou garoto de programa.

Acabou rolando uma surubinha na praia. Eu e ele ficamos observando outras pessoas transando, e nisso, apareceram alguns pra ficar com a gente. No começo até dei corda, ele então, nem se fala, adorou. Mas não era isso que eu queria. Ele fica "enciumado" por eu ter ido a praia no local de pegação sem ele, e depois ele mesmo participa da brincadeira, mesmo tendo dito não gostar disso.  Me arrependi. Sério, não me senti legal fazendo isso.

Também atendi meus clientes. Nas horas vagas, claro! Conheci um cara casado que me comeu numa rapidinha e gozou ainda mais rápido. Aonde isso? Na praia, mesmo. Ele combina de me ligar hoje novamente, depois de despistar a mulher em casa. Bom, fico no aguardo.

Tem um lago aqui na cidade que se chama Lago da Juventude. Eu acho que muita gente toma banho lá, pois todo mundo com que mantive contato, tem acima de 30 anos, mas com cara e corpo de 20. Conheci outro assim, com jeito de garotinho, mas é bem velhinho. Juro, achei que fosse menor de idade, até perguntar quantos anos tinha. Ele disse ter 35, mas pra mim, parecia uns 18. Espantoso, as pessoas aqui não envelhecem!


Também conheci outro coroa, que só veio ao meu encontro por um motivo: minha cor. Eu acho que por eu ser “carioca” acaba ajudando um pouco. Percebi que as pessoas aqui gostam muito do Rio de Janeiro, e como consequência, dos cariocas da gema.







Anterior Proxima Página inicial

0 Comentários:

Postar um comentário

Fala que eu te escuto