sexta-feira, 6 de janeiro de 2017

ANO NOVO, HIAGO NOVO!

Oi, gente. Como passaram o fim de ano?

Meu fim de ano foi normal, acabei passando sozinho, sem muita comemoração. No segundo dia do novo ano resolvi ir a praia. Não dá para começar o ano sem lavar a alma no mar, não é mesmo?!  Desci para Guarujá para encontrar amigos que me esperavam por lá. Fora isso, de resto foi tudo igual. Desta vez não recebi convites de familiares para passar o fim de ano com eles, mas em compensação, o que recebi de torpedos pedindo dinheiro emprestado, não é brincadeira! Curioso, nenhum deles me chamaram para a ceia de natal ou passar a virada, mas pra abrir minha carteira eu sou o primeiro da lista!




Este ano decidi investir mais em mim. Nos últimos anos perdi a conta de quantas vezes segurei o mundo dos outros enquanto deixava o meu cair. Percebi que vivia a minha vida, mas me dediquei demais aos outros, e muitas das vezes em vão. Na virada do ano, numa análise rápida sobre o ano que passou, percebi que reuni todos os sentimentos de afeto e entreguei as pessoas erradas, e em troca, recebi ingratidão e falta de consideração. Neste ano resolvi “ativar” aquele Hiago que era amado e mais dedicado a si mesmo.
Outra coisa que pretendo evitar neste ano são as pessoas negativas e pessimistas em meu circulo de amizade. É tanta gente com energia ruim, que basta eles me mandarem um “oi” e meu dia já fica nublado. Eu tô cansado de ouvir lamentações de pessoas que te procuram apenas para tirar proveito de situações. Esses dias mesmo, eu acabei de fazer “amizade” com uma pessoa e no dia seguinte estava me pedindo R$ 10,000 mil emprestado. Como tem gente sem noção, né?!

Eu penso da seguinte forma: para eu ter um bom ano e fazer com que minha vida siga adiante, tenho que me afastar de pessoas que não tem ambição de correr atrás e lutar para ter suas coisas e que só querem viver como parasitas.
Este ano tenho muitos planos, como por exemplo, entrar na bolsa de valores. Quero fazer meu dinheiro triplicar neste ano, e para isso, tô estudando muito a vida de empresários de sucesso para que eu possa aprender com os acertos e erros que cada um teve para se tornar milionário. 

Eu ainda estou namorando. Ou não? Na verdade nem sei mais! Tudo continua na mesma entre a gente: “Ele goza e me manda embora. Quando tá comigo tem pressa de ir, diz que tem que dormir e acordar cedo, e quando tá com amigos chega de madrugada em casa e diz que tinha muitos assuntos interessantes com eles”. Pensando assim, eu devo ser alguém bem chato e entediante para se ter ao lado, pois ele sempre arruma alguma desculpa para não ficar muito tempo comigo. Eu só queria que ele se interessasse em ficar comigo do mesmo jeito que ele se interessa em estar com outras pessoas, que pelo menos demonstrasse que está gostando, ao invés de sempre sair com pressa. Mas isso já é algo que não me incomoda mais.


Pensando dessa forma, resolvi viver a vida conforme AS MINHAS VONTADES. Nada de ficar agradando e me preocupando com os outros. Tá na hora do Hiago voltar a ficar por cima. Afinal, mesmo não fazendo mais programas, ainda tenho o mundo inteiro aos meus pés a fim de ficar comigo. Quero parar de me doar e começar a receber. Meu coração esfriou!!!





Tô de volta!




Um comentário:

  1. "Pensando assim, eu devo ser alguém bem chato e entediante para se ter ao lado, pois ele sempre arruma alguma desculpa para não ficar muito tempo comigo"

    Oi. Quanto tempo. Isso acontece em todo relacionamento. Não adianta achar que com o Ze é o João será diferente. O motivo que faz alguém querem namoro é atração e/ou sexo. Daí fica bonito disfarçar em atributos como amizade e interesses na personalidade do outro. Isso na verdade não acontece. No começo rola um fingimento porque é bonito conquistar e mostrar que se importa. Depois a máscara naturalmente é deixada de lado. Ele vai querer sexo. Conversar coisas legais? Só com os amigos. Não com você.
    Ah, mas quando a paixão vai embora não fica o amor fraterno? Pois e! Ou você escolher viver essa hipótese do amor fraterno e esquecer que um dia fez sexo com ele ou escolher alguém que te dê paixão, tesão e não seja o seu ovinho pra ficar conversando coisas legais. Os dois, infelinfelizmente não duram muito tempo no mesmo pacote. Eu falo isso com experiência, pois estou com meu relacionamento há 13 anos, já tive outros antes e conheço outras pessoas que têm engatar relacionamentos sérios e longos.
    Um abraco5, querido, desse pé- rapado que adorou conhecer este espaço em 2016. O meu blogue SOCIALIZANDO HH continua. Tenho planos para este ano mas prefiro só dizer se conseguir concretizar. Tem muita gente por aí que emana más vibrações até por ondas de Internet.
    Fique bem e tenha um bom ano.

    ResponderExcluir

Fala que eu te escuto