quinta-feira, 9 de março de 2017

ESTIMULANTES SEXUAIS NA VIDA DE UM GAROTO DE PROGRAMA.

Uma questão muito discutida que recebo sempre de meus leitores e garotos de programa é a respeito sobre estimulantes. Depois que você se torna garoto de programa, por mais que goste de sexo, você descobre que nem todo mundo vai te deixar em ponto de bala (ou de pau duro).

A maior dúvida dos meus leitores é: “Como não broxar diante de um cliente”.

O primeiro cliente que atendi e que aconteceu de eu broxar me deixou deprimido. Ele não tinha nada de errado, simplesmente não me despertava o interesse. Depois desse dia comecei a usar estimulantes, genéricos do Viagra, como se fosse uma pílula de vitamina que diariamente consumia. O remédio usado era o Sildenafila. Era muito bom, tirando a parte dos efeitos colaterais, que em muitos casos, chegam levam a morte.
O estimulante me ajudava a turbinar a ereção, mas o uso INADEQUADO destes medicamentos podem ser prejudiciais abalando sua confiança e assim afetando sua sexualidade. Em meu caso, havia um tempo que eu tinha a certeza de que só iria conseguir ter relações sexuais se tomasse o remédio antes. Havia abalado minha confiança.

Eu tinha 24 anos. Precisava mesmo usar isso e prejudicar minha saúde? Pensando nisso resolvi aposentar os comprimidos.

O QUE FAZER: Hoje em dia existem muitos remédios NATURAIS que chegam a ser melhor do que remédios sintéticos. Mas saiba que, a sexualidade está na cabeça de cada um. Se você achar e acreditar que precisa de remédio, você vai estar criando uma barreira na sua cabeça e fazendo com que o problema realmente apareça. 

Exercite sua cabeça com um filme pornô ou até mesmo com masturbação antes de se encontrar com algum cliente. Vá se estimulando até sentir que vai gozar. Mas claro, não goze! Segure a gozada e vá repetindo. Garanto que, além de estimular, vai ajudar acumulando a gozada, fazendo que haja aquela explosão na hora do orgasmo. Isso me ajudava a ter mais prazer quando saía com alguém que não me agradava muito. E caso meu cliente fosse alguém que me desse tesão, com este método que eu fazia, o sexo acabava sendo bem melhor. 



3 comentários:

  1. Nunca tive problema com o viagra, acho que varia de pessoa.

    ResponderExcluir
  2. Ja usei muito esse remédio e quase me matou, pois misturei com drogas.

    ResponderExcluir

Fala que eu te escuto