sábado, 24 de junho de 2017

TÔ SOLTEIRO, MAS NÃO SOZINHO!

Depois de quase dois anos de namoro, resolvi dar um basta. Namorei com alguém que me ajudou muito, mas na cama e o convívio era uma porcaria: Não gostava de me beijar, me abraçar, dormir juntos, viajar a passeio, fazer sexo oral, dar pra mim ou me comer. Ele só queria receber sexo oral. Mais nada! Fiquei nesse relacionamento dando o melhor de mim. Pra que serve uma pessoa assim?

Depois de muito desgosto resolvi mandar se FODER, pois percebi que ele não me valorizava em nada. Não foi nem pela falta de sexo, e sim pela falta de respeito que ele andava tendo comigo. Nunca fazia nada comigo, mas com outros (e desconhecidos) ele sempre tinha tempo e até viajava juntos.


Durante a semana fui preparando meu terreno e voltando a viver. Tô cansado de dar moral pra filho da puta. 





Segunda-feira:

Foi justamente nesse dia que dei meu grito de liberdade e resolvi sair à procura de diversão. Com quase dois anos parado, tinha muito desejo a fim de ser libertado.

Terça-feira:

Meu amigo Gogo Boy iria fazer uma apresentação em um cinema pornô e acabou me convidando para assisti-lo. Claro, fui prestigiar seu trabalho. Fim da apresentação e acabei permanecendo no cinema, que por sinal estava cheio. Muita bichinha pão-com-ovo. Não curto, mas respeito. Um se aproxima - sem eu demonstrar interesse - e começa a me alisar. Era passivo, e como eu não estava a fim de ficar com ele, disse ser passivo também, assim ele iria embora.

Conheci um coroa que rolou tanta afinidade que nem gozamos. Saímos do local e fomos numa padaria 24 horas tomar um café e nos conhecermos melhor. Ele tem o costume de ficar me abraçando na rua e isso eu não gosto (nem casal hétero eu acho bonito de se ver). Na padaria ele tentava alisar minha mão - na frente de todos - ou acariciar minha perna. Aí já não rola. Queria alguém que me acaricie, mas não na frente de todos a ponto de podermos ser expulsos.

Quarta-feira:

Sabe aqueles dias que você chora de raiva por ter investido pela milésima vez no relacionamento errado com a pessoa errada? Pois é, foi hoje! Desgosto de ter ficado estes anos com ele!

Quinta-feira:

Voltei ao cinema, estava entediado e fui passar meu tempo. Um rapaz chegou perto de mim dizendo que estava a fim de me dar, mas quando me dei conta estava comendo outras duas pessoas que estavam ao meu lado me alisando.

Sexta-feira:

O combinado era sexo a três. Eu e mais outro rapaz comeria o passivo. Chegou na hora eu quem fui comido. Um dos rapazes era bem mais velho e muito ruim de cama, tadinho. Ele achava que eu tinha boceta, pois enfiava com tudo e acabava me machucando. Eu tentava comer o outro passivo e ele não deixava. Vinha por trás para fazermos um trenzinho e acabava me atrapalhando penetrar o outro. Foi horrível. Todos gozaram, menos eu.

Pior foi quando ele largava a transa pra ficar prestando atenção na novela ou mexendo no celular. Muito sem noção.






11 comentários:

  1. Acha que agora q terminou ficar saindo assim vai te aliviar? Sair com esses estranhos vai t deixar mais sozinho ainda.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pelo amor de Deus, eu estava num relacionamento onde nem atenção eu tinha. Pelo menos fora dele não passo mais raiva e ajuda a eu concentrar esse ódio que tô sentindo, me evitando cometer um crime de assassinato.

      Excluir
    2. Hiago, vi você falando no Twitter agora e fiquei na dúvida. Meu marido não me procura o que eu faço?

      Excluir
    3. Se ele for japonês igual o meu, fuja!!! Procure outro. Te aconselho a sair com baianos: São dotados, quentes e fode bem!

      Excluir
    4. Voce já foi casado com um medico que fazia a mesma coisa nao é? Lembro de ter comentado que ele nunca fazia nada contigo e sempre tinha tempo para amigos e que ficaram meses sem transar.

      Excluir
  2. Lamento, sei o quanto deve ser difícil,complexa e dramática. E não importa onde se possa focar a raiva e a decepção, ela sempre estar lá. Acho válido que se divirta, mas não recomendo e faça qualquer coisa apenas para "mutila-se" por causa desta frustração. Não vale apena, transar com outro por exemplo com efeito de vingança, pode até ser bom, mas, não é o suficiente. Seja prudente, concentre-se novamente e perceba que apesar de, você é quem saiu ganhando, afinal, quem perdeu o que nesta história ? vc pode até ter se doado mais, todavia quem te proibiu de se doar menos ? Se chegou onde chegou foi pq vc quis e por se permitir o tempo, só não parou pq vc não domina ele.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, amigo, se tu soubesse da decepção que eu estou sentindo. Agora pra mim já deu! Não quero saber mais de ninguém! Não estou transando com outros para me vingar ou algo assim. É que passar mais de um ano com alguém que não trepa contigo e no fim das contas nem te respeita, fez com que eu realmente voltasse a viver e ser eu mesmo. Ou seja, estou me satisfazendo rs.

      Excluir
    2. Sua postura em respeito a esse descritível sujeito é admirável. Não preciso sentir o que tu sentes, quem já foi decepcionado como eu, sabe muito bem o que é sofrer. Tive mais raiva de mim mesmo que da pessoa e demorei um pouco para perceber isto. Pois no fundo eu apenas queria estar com ela e por outro lado queria vê-la chorar "lágrimas de sangue", história confusa, me rendeu meses de terapia solitária, hehehehe, mas, já diziam: Existe males que vem para o bem.
      Eu percebi que aquele sentimento me envenenava e eu morria cada dia aos poucos com aquele veneno, ou seja, aquele sujeito não me fazia bem. Eu quem fazia bem a ele e a partir disto, busquei uma maior valorização, parei de somatizar e hoje consigo lidar bem com aquele passado. Anotei toda a lição.

      Excluir
    3. Eu espero, assim como você fez, superar este passado e me preparar melhor para futuros acontecimentos. Se bem que, depois dessa, não quero mais saber de caso, namoro, casamento com ninguém!

      Excluir
  3. Biagi, relacionamento quase nuca tem Boa cama porque a performance não importa tanto assim. Mas é claro é obvio que tudo tem um limite. Se o cara só queria "peta" é você algo mais, estava na cara que não ia virar. É muito pouco. Relacionamento tem que ter algo a dois que mostre que a pessoa se importa com você. No caso, ele só queria gozar e mais nada. Ele queria o garoto de programa que cobra caro só pra ele é de graça. Imagino o quanto o palhaço não devia ter rido da rua cara, afinal, ele teve os programas dele de graça. Se cuida, lindão!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Penso assim também. Mas isso acontece muito, todos me procuram dizendo querer algo, mas só querem sexo pra ter tido a experiência de ter saído com um garoto de programa.

      Excluir

Fala que eu te escuto