terça-feira, 10 de julho de 2012

ESSE MEU JEITO INCOMODA MUITA GENTE

Muitos quando me conhecem se estranham com esse meu jeito às vezes fechado, não digo às vezes e sim sempre. Quando ando na rua ou até mesmo quando chego a conversar com alguém estou sempre de cara fechada como se tivesse tido um dia ruim e queria demonstrar isso com minha feição, não é bem assim que funciona, mas desde pequeno tenho esse jeito fechado de me trancar nesse mundo que tenho. Nem sei como consigo desabafar aqui no blog certas coisas que nem meu melhor amigo sabe. Onde moro sempre fui muito dado aos outros e nunca tive a troca merecida disso como um sorriso ou o retorno de um bom dia ou tudo bem, cansei de passar perto de pessoas escrotas cumprimentarem elas com o sorriso largo que tenho e eles me olharem como se dissesse, vem cá eu te conheço?
São poucas as pessoas que entendem e não agem dessa forma “grosseiras”, ontem conversando com um amigo que conheci há pouco tempo ele me disse que eu era muito misterioso e cheio de segredo, na maioria de nossas conversas quando chegava um assunto digamos “bem pessoal” eu pulava fora falando sobre outra coisa, ele não sabe do que eu faço e menos ainda de minhas rotinas e dizer a ele o que fui e as coisas que faço acho que seria motivo de se afastar de mim, pois não sei se aceitaria um Garoto de Programa como amigo, aceitar até pode, mas manter contatos na rua sabendo que alguém poderia ver e se confundir com um cliente acho que não rolaria com ele como não rolou com outras amizades que fiz que quando souberam do que eu fazia evitava falar comigo na rua, não me dizia isso na lata, mas a forma de agir quando nos encontrávamos era diferente e era aí que percebia que existia um preconceito nisso. Pelo Twitter fiz amizade com um rapaz gente boa, mas que ficou com medo de verem conversas nossas por lá e começarem a falar dele, na hora fiquei chateado e cheguei a comentar com ele, que analisou a situação e viu que não tinha nada a ver, disse que eu poderia continuar mandando Tweets pra ele. Mas a princípio rolou certo “não fale comigo em público”.
Antes eu era mais descontraído e aberto a todos, era nesse momento que tinha o nome de “fácil” e começaram a me ver como alguém que é está dando em cima de outro só por que era simpático. Não tô te dando mole, eu sou simpático. Como não funciona e esse povo acha que todo mundo dá em cima deles prefiro fechar a cara e andar como se estivesse com dor de barriga ou com raiva por meu time ter perdido, assim ninguém me enche o saco dizendo que estou dando mole por um sorriso que der. Eu recebi um comentário que até hoje não entendi, me dizendo que eu estava dando em cima de tal pessoa na cara dura e mais um monte de baboseira, até hoje tento saber quem é essa pessoa que eu estava tentando “pegar” como disseram. Isso tudo por que, só por que fui educado e tratei bem.
Claro que quando estou com algum cliente ou mantendo contato por e-mail procuro ser o mais dado possível isso claro quando a pessoa sabe se comportar, pois tem alguns que pelo amor de Deus, é um saco de tão estúpido. Com clientes e pessoas que sabem conversar descentemente sou tranquilo, esbanjo sorriso e muito mais coisas, por isso a maioria fica impressionada e acaba voltando depois de ter saído ou conversado comigo.
Vendo um pouco minha vida e me recordando dos traumas que passei, chega a ser mais um motivo pelo qual sou fechado, às vezes seco e de vez em quando ignorante. Já quebrei tanto a cara e penei muito que às vezes acho que mostrando quem realmente sou acho que farei papel de bobo, e por isso prefiro me esconder por trás de alguém que não existe alguém com feição mal humorada ou irritada, o que é bem diferente da realidade, pois sou facim facim, no bom sentido claro.

4 comentários:

  1. Oi, também já sofri preconceito por ser simpatico com as pessoas e os outros acharem que sou fácil. Mas, igual a vc, eu sou relamente simpatuco com as pessoas. Como muita gente sabe que sou gay e casado ao mesmo tempo, eles ficam me vigiando como se eu fosse um ser de outro planeta. Todo cara que gosta de homens é geralmente discriminado, observado, criticado, etc. Tem gente que só fala comigo quando estamos a sós. Depois, quando tem gente ao redor, essa pessoa me ignora e finge não me conhecer: é muito chato isso. O que vc acha?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Simplesmente pessoas que tem preconceitos. Se dizem livre desse sentimento, mas na cara dura acaba demonstrando isso, se afastando de pessoas por achar que vai ficar com “filme queimado” por andar junto. Foi como eu disse, vai analisar a vida dessa pessoa, no mínimo deve ser alguém que faz coisas pior do que um gay que só leva fumo por beijar na boca de outro homem.

      Ou então meu amigo, tente investir neles. É serio! Talvez eles estejam a fim de algo com você, pois uma coisa que tenho certeza e tive provas, gente que age dessa forma, tá querendo alguma coisa, mas tem medo de dizer. Estão apontando em você defeitos que estão neles. Neste caso, eles devem ser gays também.

      Ligue o foda-se pra eles amigo. Você vale muito mais que isso!

      Excluir
  2. Realmente agente tem que parar de tá se incomodando com que as pessoas estão achando de nós. O negócio é não ligar e seguir em frente.Temos que mostrar para os preconceituosos e ignorantes, que estamos bem e por cima. Esses idiotas não estão nem ai prá gente: se sofremos, se estamos bem ou não, se temos contas prá pagar, etc.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Definiu bem a situação. Concordo com você!

      Excluir

Fala que eu te escuto