quarta-feira, 6 de fevereiro de 2013

ÁREA RESTRITA, NÃO MEXA!!!

Gente, sou BEM mais pretinho que na foto, pode apostar!!!

O ruim de sair com alguém casado é que tudo tem seu tempo certo, nada de ficar enrolando e menos ainda deixar vestígio, nada contra quem seja, mas tá ficando chato de sair assim às pressas, principalmente quando me empolgo na situação e eles sempre me apressa dizendo para gozar e eles ter que ir embora. Encontro-me com mais um casado, aqui de perto de casa e mesmo assim, teve de ser bem rápido, não tenho a menor ideia da desculpa que deu a sua mulher, mas ele conseguiu sair com o carro e me pegar perto de um restaurante. Nossa jornada se deu em ficar dando voltinhas pela cidade, enquanto estava com a boca ocupada chupando seu pinto, não durou muito, ele estava mais a fim de chupar do que eu, ele para o carro no acostamento e começa a lamber meu saco e a engolir meu pinto.

Nas rapidinhas que cheguei a fazer sempre foi a mesma coisa, tanto que quando me ligam querendo apenas boquete, eu já nem marco mais nada, às vezes perturba ficar só nisso, com certeza tem que ser feito quando se está com muita vontade, eu, mesmo quando faço todos os dias, às vezes não chega a ser exatamente o que estava procurando e nem me satisfaço com isso.

A pior parte em sair com ele foi quando ele resolve usar as mãos e a língua para me excitar, nenhum problema nisso, até ele atingir meu ponto fraco, o umbigo. Me bata, me pisem, mas não coloquem a mão no meu umbigo, por favor! Tenho muito nervoso (ódio) quando me fazem isso, pode até parecer coisa de criança ou de gente cheia de frescura, mas eu chego a passar mal quando cutuca meu umbigo, pior eu fico quando pessoas sabem disso e ainda insistem em fazer, mas quando não sabem, eu discretamente retiro suas mãos ou boca desta parte, quando não tem jeito e vejo que a pessoa está lá, toda empolgada achando que está me fazendo sentir tesão, eu fecho os olhos e prendo a respiração para não sentir nada. Não funciona, mas alivia a vontade de dar um empurrão em quem faz isso comigo.

Ele no que começa a fazer isso, eu fiz minha parte em fechar os olhos e respirar fundo, não deu certo, então empurrei sua cabeça e enfiei meu pinto na sua boca, do incomodo acabou vindo o tesão, a raiva pelo que estava fazendo, passou. Foram apenas, 10 min, mas que foi tempo o suficiente para me deixar de saco cheio.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fala que eu te escuto