terça-feira, 12 de novembro de 2013

RAPIDINHA...

Demorei, mas consegui buscar a camisa que ganhei de presente de aniversário! Fui à Volta Redonda na casa do Rei pegar meu presente e a cueca que esqueci desde a última vez que estive lá. Era domingo, dia tranquilo e se me lembro bem, eu estava com o meu apetite sexual em alta, mas muito enjoado por sair com pessoas que tem o mesmo perfil, sem nada de diferente. Tô me sentindo como se estivesse comendo arroz e feijão todos os dias. Preciso mudar algo.

Chego em Volta Redonda e fico esperando o ônibus para ir até a casa do Rei. Sendo dia de domingo, eles acabam sendo bem mais demorados, e como já estava ficando tarde, o jeito foi pegar um táxi. O taxista era muito louco, gente boa, mas corria muito e xingava todo mundo que dirigia de forma errada. No caminho ele foi me falando de sua vida, seus casamentos e puladas de cerca. Enfim, era apenas uma conversa normal. Chego ao meu destino e procuro o dinheiro para pagá-lo, e quem disse que eu encontrava a grana. Revirei minha carteira, bolsos e nada de eu achar, comecei a ficar sem graça e com medo de ele arrumar confusão achando que eu estava dando golpe. Não achei, sendo que tinha certeza de que estava com dinheiro na carteira. O taxista até que paciente, me diz: “e aí, o que você pode fazer por mim?” eu tento contornar a situação dizendo que poderia me levar em algum caixa eletrônico que pegava o dinheiro, mas ele diz não ter caixa ali por perto. Nisso ele começa a alisar o pinto por fora da calça e diz: “se você me chupar estamos quites”. Ele tira seu pinto pra fora e o jeito foi chupá-lo.
Lado Bom: Não foi problema algum fazer isso, pois ele era bonito e bem dotado. Fiquei muito excitado enquanto o chupava. Ele é paraibano, seu sotaque e forma máscula me deixava estimulado.
Lado Ruim: Minha mochila é pior do que bolsa de mulher, toda bagunçada e se encontra de tudo dentro dela. No que termino de fazer o “pagamento” nele, eu encontro o dinheiro jogado em um bolso da mochila junto com meu carregador e várias outras coisas perdidas.

Gente, que calor do cão! Nesta madrugada, parecia que eu estava dormindo de conchinha com o capeta, pois tava muito quente.

Boa noite...




2 comentários:

  1. Preciso andar mais de taxi...

    ResponderExcluir
  2. pagar taxista com boquete... inacreditavel, isso nao acontece comigo :(

    ResponderExcluir

Fala que eu te escuto