15 junho 2014

SAUDADES DO BRASIL - BUENOS AIRES


Meu dinheiro acabou!!! Fiquei muito desesperado quando abri a carteira e não tinha mais nada. Minha sorte foi que, na cidade tem um banco do Itaú, onde acabei conseguindo fazer um cartão internacional sem nenhum problema. Mas antes de conseguir, corri muito pela cidade até achar o banco, pois a cada banco que eu parava, me indicavam outro, onde pudessem me ajudar. Fiquei com medo de não conseguir, pois ainda tinha muita coisa que queria comprar. A menina do banco que me atendeu é brasileira e se chama Rose (Roseli eu acho). Muito atenciosa, fez toda a movimentação para me ajudar e com muita paciência. Depois de pegar meu cartão recarregável internacional, me senti rico (haha) até melhorei meu humor. Sem perder tempo, saí às compras para gastar.


Dia 13 fui conhecer o túmulo de Evita Perón. É estranho um cemitério fazer parte de um dos pontos turísticos da cidade. Estava cheia de pessoas curiosas para ver onde Evita está sepultada.
Depois disso, fui conhecer o Museu Nacional de Belas Artes de Buenos Aires. Me senti lisonjeado por poder fotografar ao lado de uma pintura de Van Gogh.

Depois fui ao shopping comprar alguns vinhos e mais alfajores que me pediram pra levar para o Brasil. Depois das compras, um pouco mais à noite, fui jantar com o brasileiro que conheci no hotel, onde acabamos sendo assaltados pelo taxista. Quando chegamos ao bairro onde estávamos hospedados, reconhecemos o local, mas o taxista começou a andar muito e a corrida estava ficando cara. Só me dei conta do roubo quando na rua vi um casal andando de patins, que já tinha passado por eles umas três vezes.


Adorei a menina que trabalha numa pizzaria perto da Ponte da Mulher. O nome do local é Del Puente, onde a pizza é deliciosa e o atendimento excelente. A Tany é muito sorridente, gostei tanto que, acabei tirando uma foto com ela. Conheci muitos brasileiros que estavam no mesmo hotel que eu, inclusive um em especial, que acabou sendo um companheiro de passeio pela cidade e mora em Belém.

Eu já estou no Brasil. Cheguei noite passada no Rio de Janeiro por volta das 23 horas, onde pedi pro meu amigo taxista de Resende ir me buscar. Cheguei em casa cansado, nesta madrugada, por volta das 2 da manhã. Foi tudo muito bom, adorei a semana que passei por lá e pretendo voltar futuramente. Agora, já sei do que eu devo e não devo levar, sendo assim, não vou passar sufoco hahaha.


No voo de volta, tinha quase uns 200 passageiros (eu acho), o avião estava lotado! De todos os passageiros, eu era o único brasileiro que estava no avião. Até a menina do aeroporto se espantou quando me viu descendo. No que o avião pousa no aeroporto, todos do avião começaram a cantar o hino da Argentina e aplaudir, todos animados para o jogo que será hoje.


Anterior Proxima Página inicial

0 Comentários:

Postar um comentário

Fala que eu te escuto