22 abril 2015

DUNAS - CABO FRIO


Nessa minha ida até Arraial do Cabo, acabei dando uma passada por Cabo Frio. Enquanto caminhava pelas dunas da praia do forte, percebi que sou uma pessoa bem intensa quando se trata de sentimentos e boas lembranças. Enquanto caminhava, me lembrava perfeitamente da minha primeira vez na cidade no ano passado. Cada gesto, cada caminhada e tropeço que eu levava, me fazia lembrar de situações que me aconteceram quando fui conhecer o lugar. Momentos que nem parece ter acontecido há um ano atrás, mas sim, há dois dias. Estava tudo fresco ainda na minha memória, parecia que tinha sido no dia anterior quando um cara musculoso estava correndo pela praia e alisando seu pênis, me pergunta se eu curtia mamar, ou quando me perdi naquelas dunas e me encontrei com muita gente naquele labirinto de areia. Me recordei de tudo, nos mínimos detalhes.

Dunas - Cabo Frio


Desta vez não foi diferente, e pra sair da rotina, acabei conhecendo pessoas maravilhosas e que me fizeram gozar muito nas areias da praia.

Conheci o moreno, um rapaz novo e que estava a fim de chupar uma rola. Ele me leva para uma das entradas que dão acessos as dunas, e ali mesmo me chupa, até despertar o interesse de outras pessoas que passavam e nos observava. Ele não queria chupar ninguém além de mim, mas eu insisti, estava animado e acabei convidando outros integrantes para serem chupados junto comigo. Ele meio sem jeito chupou, mas não estava muito a fim de uma festinha na praia. Apareceram dois, um branquinho (que tenho quase certeza de que fiquei com ele ano passado) pauzudo muito safado. Acabei o chupando, enquanto estava sendo chupado. Mas ele não fica até o fim, e nos deixa no meio da brincadeira. Depois inverti os papeis e acabei chupando o moreno, que aos poucos fica excitado e mostra sua big ferramenta. Acabei ganhando uma gozada na boca.

Outro foi o surfista, um cara que, apesar de ser malhado e bonito, não passava despercebido que já tinha seus trinta e poucos anos. Acabei o conhecendo nas dunas, enquanto ele passava por mim me encarando fixamente. Juro que fiquei sem jeito, pois ele é muito gostoso. Me aproximei e logo de cara chego o chupando. Demorou um pouco para rolar um beijo, mas quando rolou, não queria mais nada além disso. Beija muito bem e tem uma pegada forte. Foi o primeiro que chupa meus peitinhos e me faz sentir tesão nisso. Foi naqueles labirintos de duna que me entreguei e acabei sendo penetrado por ele, enquanto passava por ali vários curiosos a fim de participar da brincadeira. Mas acabaram ficando na vontade.

Conheci também o Créu. O chamo assim, pois no final de cada frase ele me dizia créu. Um cara com pinta de peão de obra, mas muito bem educado e superdotado. Acabei fazendo um boquete bem gostoso e recebendo conselhos dele, me pedindo para me cuidar, pois sou um garoto novo e cheio de saúde.

O fortinho estava um pouco preocupado, pois seu irmão estava correndo pela praia e ele estava com medo de ser flagrado em ato suspeito, naquele momento, recebendo um sexo oral feito por mim. Eu estava animado, aproveitei e acabei gozando enquanto o chupava.

Tive muitas experiências boa enquanto estive fora, mas nenhuma delas se compara com estas que acabei de contar. Adoro as viagens que faço, pois além de aprimorar meus conhecimentos, acabo fazendo amigos, amantes e arrumando muitos clientes.

Boa noite.




Anterior Proxima Página inicial

2 comentários:

  1. Olá Hiago, como vai?
    Acabei no seu blog por acaso. Li algumas histórias e gostei bastante, vou acompanhar agora.
    Cheguei ao seu blog após uma busca no google "ser um gp" algo que me disperta interesse.
    Curti você!!
    Grande Abraço Jr.

    ResponderExcluir

Fala que eu te escuto