quarta-feira, 20 de abril de 2016

PROSTITUTOS - MAIS HUMILDADE, POR FAVOR!

Só por causa da crise, hoje em dia todo viadinho MEQUETREFE tá se achando garoto de programa. O problema das pessoas hoje em dia é que se sentem especiais demais por serem dotados, malhados e bonitos. Na verdade não passam de pessoas vazias e com complexo de inferioridade muito grande, tá aí o motivo pelo qual se matam em academias para ter o “corpo perfeito” e dizer por aí que é profissional do sexo. FRUSTRAÇÃO PESSOAL.


 É preciso muito mais que isso! Não precisa ser lindo e sarado para ser garoto de programa. Existem coisas mais importantes que se chamam: sorriso, caráter e personalidade, que são mais valiosas do que um rostinho bonito e um corpo sarado. Tem muitos garotos musculosos que trabalham nas ruas, cinemas e saunas que enchem a boca pra dizer “eu sou boy”. Eles falam com tanta convicção de que por serem malhados, tem o direito de cobrar. Um corpo sarado pode fazer parte da imaginação de muitos, mas não da grande maioria.

Exemplo:

  • Esses dias estava observando um garoto magrinho, vestia uma calça jeans apertada e uma camiseta. Ele estava parado observando as pessoas a sua volta com cara de arrogante e ar de superioridade. Teve um momento que o vi fazer sinais com as mãos para outro rapaz, sinal de cifrão, dinheiro, o chamando para transar, mas dizendo que teria de pagar. Claro, foi dispensado.
  • Um rapaz moreno e bonito. Sim, tinha tudo para ser um garoto de programa perfeito, se não fosse tão exibicionista com seus músculos expostos e cara de ator pornô de fama internacional (ele se achava assim). Ele foi um daqueles que enche a boca pra falar que era boy quando alguém se aproximava dele. Foi mais um dos que ficaram a ver navios e sem fazer um programinha sequer.
  • Olha a humildade desses. O cara tem o anúncio que diz assim (resumidamente): “só chegue até mim se você tiver dinheiro para me bancar. Quero deixar de trabalhar para viver bem”. Nossa, só pela confiança do rapaz escrever isso, eu e muita gente teria a certeza de que fosse um Gianecchini. Pessoas com perfis assim, chamam a atenção, pois a primeira coisa que pensam é: preciso conhecer esse cara que EXIGE ser bancado. Ele deve ser uma pessoa muito, mas muito gostosa e repleto de qualidades. Coitado, ele se achava especial, pois tinha 23 cm de pica. Não tinha qualidade alguma, nem beleza (pra se achar tanto assim, pensei que fosse belo) e menos ainda carisma.
Outra coisa que me incomoda muito das pessoas que vejo por aí, são aqueles que se autodenominam celebridades. Criam um blog, faz um programa por ano e ainda diz que é o mais requisitado ou famoso da web. Vejo perfis de garotos que agem dessa forma e eu me pergunto quem terá sido a pessoa que disse a ele que é o mais requisitado e famoso na blogsfera? Será que foi a revista Forbes, Caras ou o The New York Times? Pois é.


Sejam mais humildes e parem de se acharem celebridades igual BBB. 


2 comentários:

  1. Quando der, fale de seu livro. A crise ta brava mesmo e o foda é que vejo vários de nós (autônomos), tendo que se virar cada qual a sua forma de ganhar uns troços a mais, mas nem todos sabem ser humildes. Eu mesmo vejo cada pretendente a escritor no meu facebook se achando celebridade, que chego a me assustar. Espero não ser assim.

    ResponderExcluir
  2. Humildade e caráter quem tem vai longe. Belo post Hiago

    ResponderExcluir

Fala que eu te escuto