quarta-feira, 23 de março de 2016

TUTORIAL E WORKSHOP: COMO NÃO ME ENCHER O SACO E SE TORNAR GAROTO DE PROGRAMA

Eu tenho uma enorme satisfação quando vejo centenas de e-mails na minha caixa de entrada. Sério, isso me deixa muito feliz quando vejo pessoas dizendo que me acompanha ou pedem conselhos para praticar na hora do sexo com seus maridos e esposas. O que tá ficando CHATO, é a quantidade de garotos me procurando pedindo ajuda para se prostituir. Uns achando que sou agência, outros achando que eu sou obrigado a isso. Já disse centenas de vezes e vou repetir de novo.
NÃO SOU AGÊNCIA E MENOS AINDA VOU INGRESSAR ALGUÉM NA PROSTITUIÇÃO (somente se me pagar e antecipado).

Eu entendo que ofereci ajuda (há muito tempo atrás), mas na época eu não era tão acessado e as mensagens que recebia eram poucas. Hoje em dia é impossível ajudar e responder todo mundo, e com tamanha procura, o jeito vai ter que ser eu cobrar por um workshop (ATENÇÃO: SOMENTE SE ME PAGAREM!).

Daqui a pouco vou ter que criar um tutorial no YouTube de “como se tornar um garoto de programa” e mudar o titulo do meu livro para “os 10 passos para conquistar do senado ao vaticano – By Hiago Waldeck”, pois vocês estão achando que eu tô aqui pra isso e mais nada. O que mais me cansa é quando recebo mensagens assim:

Parece spam. Todo dia centenas de pessoas me mandam as mesmas coisas.

Meu Deus, Jesus... Não aguento mais!
E tem mais essa...

Não sou agência! Eu sou puta, tá ligado???




6 comentários:

  1. acho que nao custa nada voce dar uma ajuda a quem precisa. Vai dizer que no começo voce também nao precisou?

    ResponderExcluir
  2. Se eu fosse vc, faria logo esse tutorial. Vai se rum sucesso! melhor, lance logo seu livro e faça mais sucesso, garoto.

    ResponderExcluir
  3. Pra que ofereceu ajuda?

    ResponderExcluir
  4. Prezado Hiago,
    acho que o que atrai o interesse das pessoas é a forma como você relata suas atividades. O blog é repleto de histórias bem humoradas, viagens para diversos lugares e encontros com pessoas bacanas. Isso tem levado a impressão de que o trabalho de garoto de programa é algo divertido e descontraído, o que não reflete a realidade total.

    ResponderExcluir

Fala que eu te escuto