domingo, 21 de julho de 2013

VOU TE CONTAR MEUS SEGREDOS... VOCÊ VAI RIR E CHORAR!

Procuro não estar sendo ocioso na minha vida. Prefiro pensar que uma vida ociosa é como uma morte antecipada. Deus não me deu a vida para que eu a deixasse parada no tempo, como se ela tivesse de ficar assistindo à procissão da minha natureza que está passando. A vida é um caminho, e o caminho não foi aberto para indolência e ociosidade, mas para o movimento, que tem o endereço para a eternidade.

Sei que vou prestar conta das coisas que não fiz, do mesmo jeito que terei de responder pelo que fiz durante o tempo de vida que Deus me emprestou.



Meu baú, onde guardo algumas lembranças
de pessoas especiais.
Dia do amigo passou. Não tive a oportunidade de desejar felicidades aos meus, mas espero que os que estiverem lendo, se sintam de alguma forma "homenageados" pelo dia do amigo. Acabei me recordando de muita gente que passou pela minha vida, o que não foram poucas. Com uma emoção vinda do fundo, peguei minha agenda com antigas anotações e vivenciei mais uma vez cada momento que deixei registrado da minha vida, cada história com amigos e pessoas que ficaram pouco tempo perto de mim. Pra se ter uma ideia, esses registros que tenho guardado, são de quase 10 anos atrás, quando ainda tinha meus 16 anos, onde pouco a pouco, estava descobrindo o lado divertido da vida e do sexo. Fico folheando minha agenda, vendo quanta coisa boba eu fiz, que pra mim foi importante. Mesmo sabendo que são coisas fúteis, ainda me faz sentir aquele frio na barriga pela ansiedade de ler algo escrito há anos atrás, me recordando do gosto, sensação e cheiro de cada dia. É uma coisa mágica que me acontece.

Me recordei de amigos que faleceram, pessoas que se mudaram, casaram e das que continuaram por lá. Pessoas que hoje em dia, talvez nem se recordem mais de mim. Este é o lado bom da minha vida que eu queria voltar no tempo para reviver, tudo do mesmo jeito e se possível, corrigir alguns erros que hoje ainda sofro com eles, como a falta que um certo alguém me faz, que infelizmente só dei valor depois de sua morte, há 9 anos.

P.S: Passei um ano inteiro pensando nele, que era meu amigo e amante. Um ano inteiro ouvindo a música Gostava tanto de você, do Tim Maia (eu acho).

Tô fazendo agora tudo que antes não podia fazer. Estou vivendo!




#HiagoWaldeck



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fala que eu te escuto