sexta-feira, 8 de novembro de 2013

PESQUISA PARTICULAR - #HiagoWaldeck


Estava fazendo uma pesquisa, quase que uma “matéria” para uma suposta teoria dos nomes. É o seguinte. Muitos afirmam que, pessoas que levam o nome de Henrique ou até mesmo Paulo Henrique, são pessoas que não prestam, pessoas safadas, sabe? Andei pesquisando relacionamentos antigos e cheguei à conclusão de que, é verdade, o nome realmente faz a personalidade e quase que o caráter da pessoa (e que Henrique ou Paulo Henrique são pessoas psicopatas).
Andei com uma campanha no Twitter #EuNãoGostoDeMarcelo, por simplesmente ter conhecido vários "Marcelos" na vida e eles terem agido da mesma forma sacana e sem noção comigo. Um dia, um conhecido me apresentou um Marcelo, até brinquei com ele dizendo que chega de Marcelo, pois ele havia me apresentado, antes desse, um outro cara com o mesmo nome. Vamos aos fatos que me levaram a tirar estas conclusões.
 

Marcelo, pra que te quero?


O primeiro Marcelo:
Cara de bom coração, me ajudou muito quando precisei. No quesito boa pessoa, ele ganha. O problema foi quando começou de mentiras pra cima de mim, coisas que só descobria quando brigávamos (quase sempre) e sem querer ele revelava o que tinha feito ou aonde foi sem me avisar. Sendo que pra mim, dizia estar em casa.

O segundo Marcelo:
Jeitosinho, eu digo que ele é aquele feio arrumado, mas que gostava e muito dele na época em que fomos namorados (ficantes, sei lá). Aquilo que eu sempre digo: “quando falo estar apaixonado por alguém, pode ter certeza de que, a pessoa não presta”. Nunca tive sorte e pra piorar, tinha que se chamar Marcelo. Ele do nada sumiu da minha vida. Não atendia telefone e deixava desculpas prontas com sua família, caso eu ligasse para sua casa.

O terceiro Marcelo:
Este já é bem mais bonito, simples e do jeitinho que gosto. Desde nosso primeiro encontro, senti uma química boa, como se fosse algo que iria durar por muito tempo. Ele parecia interessado e a fim de estar comigo, mas com o tempo, ele foi dando “prioridades” a coisas na qual eu não estava envolvido. Começou com mentiras pequenas até chegar ao ponto de eu me estressar e ficar o tratando mal.

RESUMO: Percebeu a semelhança entre todos eles? Não?!? Todos sempre agiram da mesma forma, ou seja, sempre mentindo e arrumando desculpas para fazer outras coisas escondidos. Se o nome de Jesus tem poder, acho que Marcelo, Paulo e Henrique também têm a mesma influência. Mas de uma forma negativa.

Mas os “Paulos” também não ficam de fora nessa lista.


O primeiro Paulo:
Bonito, alto, branco e casado com uma mulher fantástica. Mas nas horas vagas ele não dispensa uma pulada de cerca, sempre levando camisinha escondida debaixo do banco do carro para que sua mulherzinha não descubra.

O segundo Paulo Henrique:
Professor em outra cidade, coroa sem charme e beleza. Casado, com filhos e cheio de amantes por fora. Com ele é só pagando, pois o bicho é feio!

O Henrique:
Estava apaixonado, mas cheio de preocupação com minha vida, que na época, não andava fácil. Pedi a ele um tempo para eu me organizar e resolver situações críticas que eu passava, incluindo problemas com grana e alimentação. Ele não aceita esse “tempo” que pedi e me condena por recusar ser seu namorado. Tempos depois, ele começa a namorar e a falar mal de mim para seu namorado, que espalha a fofoca sobre eu ser garoto de programa e fazer ponto na rodoviária. Nunca mais falei com ele. Ah! Ele quando me conheceu, estava namorando outro cara.

São três nomes de pessoas que já me envolvi e não deu certo. Pessoas que, pra mim, não podem ter esses nomes, pois sei o resultado no final de tudo. Como eu disse, Paulo Henrique e Henrique são os nomes mais comuns que o povo diz ser de gente “tentada”, agora, Marcelo, eu acrescentei na lista por experiência própria.

Alguém me apoia ou é contra essa minha teoria?

#HiagoWaldeck

 

4 comentários:

  1. acho que alguns nomes influenciam na personalidade da pessoa, conheço dois Henriques, um tem um jeito mas safado e desinibido, o outro é mas comportado, você teria que fazer uma pesquisa com uns mil Henriques pra ter certeza se a maioria é safado, ou talvez a questão é que você atraia os Henriques e Marcelos safados.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, eu também acho que sou eu que os atraio. Sabe aqueles perfumes: chama homem, chama dinheiro etc...? Então, o meu é chama gente que não presta.

      Excluir
  2. Procura pelos T(h) iagos, estes sim, são gente boa ;)
    Abração.

    Tiago.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É uma boa, Thiago. Vou fazer o teste e depois te conto. Me deseje sorte haha.

      Excluir

Fala que eu te escuto