sábado, 4 de janeiro de 2014

+ MAIS AMOR - MENOS RECALQUE


Um amigo está me mostrando que o homem pode ser um ser surpreendente, mesmo quando sempre mostra ao contrário. Tenho um amigo que está investindo pesado na ajuda às pessoas que perderam tudo em Espírito Santo. Senti uma inveja enorme de vê-lo fazer tudo aquilo que eu sempre tive vontade, desde ajudar a carregar o caminhão com mantimentos até visitar e doar às pessoas que hoje, não tem mais nada. Infelizmente minha falta de tempo não permite que eu esteja com eles, na luta para mostrar àqueles que perderam tudo, que eles não estão sozinhos.

 Ver uma situação dessas e fingir que nada acontece é a coisa mais fácil que existe. Um pedido que faço a vocês: Se coloquem no lugar dessas pessoas. Tentem imaginar o que sentem e o desespero que atinge a cada um daqueles que perderam tudo ou até mesmo nunca tiveram nada.

Uma simples doação de roupas pode fazer a diferença para muita gente. Hoje, tirei de meu guarda-roupa várias peças que não me servem mais. Andei comprando algumas roupas de tamanho menores e, com meu aumento de massa muscular (peso), acabei nem usando. Ver a expressão de um adolescente ganhando algo novo ou velho é uma dádiva, um presente que Deus me deu por saber que existem pessoas que se contentam com pouco, não se importando com luxo. Sua cara foi a mesma que eu fiz quando ganhei minha primeira Calvin Klein, que por sinal, foram uma das marcas que acabei doando de meu guarda-roupa (comprados nas lojas Gless, Shopping e que encomendo). Liguei para meu taxista e pedi que fizesse a entrega junto comigo, em lugares onde acolhem pessoas que precisam.


Um deles veio me agradecer e eu simplesmente disse: Agradeça a Deus pelas coisas que me deu. Foi com a ajuda dele que comprei isso que estou dando a vocês. 



2 comentários:

Fala que eu te escuto